BLOG GERANDO DEMANDA
31mar/110

Chegou a vez do Sul : Porto Alegre e Caxias do Sul !!!

A próxima parada do gerando Demanda é no Sul do país, em Porto Alegre e Caxias do Sul

Confira abaixo a programação dos eventos

Porto Alegre 12/04 (Terça Feira)

Local: Hotel Plaza San Rafael - Av. Alberto Bins, 514  - Centro - Porto Alegre - RS

Manhã

08h30 Credenciamento / retirada de material
09h00 Abertura
09h15 Palestra: "Decifrando o comportamento do consumidor – eleve suas vendas com qualidade" –Fabio Nemer
10h00 Intervalo / Coffee Break
10h30 Palestra: Fidelização de Clientes – Frederico Gorgulho
11h00 Palestra: Influência e Convencimento para Vender Mais – Junior Portare
12h00 Sorteio de brindes e Encerramento

Tarde

14h30 Credenciamento / retirada de material
15h00 Abertura
15h15 Palestra: "Estilos Comportamentais e Sintonia Com o cliente" –Fabio Nemer
16h15 Intervalo / Coffee Break
17h00 Palestra: "O que você precisa para ter Sucesso" – Junior Portare
18h00 Sorteios de brindes e Estadia de um final de semana em Gramado


Exposição de produtos das 09h00 as 21h00


Dia 14/04 Caxias do Sul (Quinta-feira)

Local : Personal Royal Hotel - Av. Garibaldi 153

Manhã

08h30 Credenciamento / retirada de material
09h00 Abertura
09h15 Palestra: "Decifrando o comportamento do consumidor – eleve suas vendas com qualidade" – Fabio Nemer
10h00 Intervalo / Coffee Break
10h30 Palestra: Fidelização de Clientes – Frederico Gorgulho
11h00 Palestra: Influência e Convencimento para Vender Mais – Junior Portare
12h00 Sorteio de brindes e Encerramento

Tarde

14h30 Credenciamento / retirada de material
15h00 Abertura
15h15 Palestra: "Estilos Comportamentais e Sintonia Com o cliente" –Fabio Nemer
16h15 Intervalo / Coffee Break
17h00 Palestra: "O que você precisa para ter Sucesso" – Junior Portare
18h00 Sorteios de brindes e Estadia de um final de semana em Gramado
Exposição de produtos das 09h00 as 21h00

Informaçoes e incrições acesse: www.gerandodemanda.com.br

29mar/111

A DIFERENCA ENTRE POUPAR 100 REAIS E DEVER 100 REAIS

Veja a diferença entre POUPAR 100 REAIS E  DEVER 100 REAIS pelo mesmo tempo no atual sistema  tributário e financeiro no Brasil
Se um correntista tivesse depositado R$ 100,00 (Cem Reais) na poupança em qualquer banco, no dia 1º de julho de 1994 (data de lançamento do Real), teria hoje na conta a FANTÁSTICA QUANTIA de R$ 374,00(Trezentos e Setenta e Quatro Reais).
Se esse mesmo correntista tivesse sacado R$ 100,00 (Cem Reais) no Cheque Especial, na mesma data, teria hoje uma pequena dívida de R$139.259,00 (Cento e Trinta e Nove Mil e Duzentos Cinqüenta e Nove Reais), no mesmo banco.

Ou seja: com R$ 100,00 do Cheque Especial, ele ficaria devendo 9 Carros Populares, e com o da poupança, conseguiria comprar apenas 3 pneus.
Não é à toa que o Bradesco teve quase R$ 2.000.000.000 (Dois Bilhões de Reais) de lucro liquido somente no 1º semestre, seguido de perto do Itaú e etc...

Dá para comprar um outro banco por semestre!

E os juros exorbitantes dos cartões de crédito?

VISA cobra 10,40 % ao mês
CREDICARD cobra 11,40 % ao Mês.
Em contrapartida a POUPANÇA oferece 0,62 % ao mês.

e o saldo do FGTS pouco mais de 3% a 6% ao ano
25mar/111

Gerando Demanda… do Rio para o resto do Brasil !!!

Aconteceu na ultima terça feira, 22/03, no Scorial Rio Hotel, a abertura do projeto Gerando Demanda pelo Conhecimento 2011. O número de inscritos e participantes presentes superaram as expectativas iniciais e bateu recorde em relação à edição anterior de 2010, nem mesmo a chuva conseguiu atrapalhar aos colaboradores que compareceram ao evento.

Lucas Huang, diretor da CHTECH fez a abertura exibindo o vídeo institucional do projeto. No período da manha o palestrante Fabio Nemer com a palestra Decifrando o comportamento do consumidor – eleve suas vendas com qualidade falou sobre linguagem corporal. Frederico Gorgulho, gerente de Trade Marketing da Dello falou sobre o tema Fidelização de clientes, destacando a importância em manter seus atuais clientes. Wanira Salles, gerente de negócios da Francal falou sobre a Office PaperBrasil Escolar, que este ano completa 25 anos no mercado. Junior Portare, apaixonado por vendas encerrou o período da manha com a palestra "Influência e Convencimento para Vender Mais”. Após uma parada para o almoço o palestrante Alexandre Guedes com falou sobre Prazer em Fazer o que eu faço e Junior Portare encerrou a tarde com sua palestra “O que você precisa para ter Sucesso”.

Durante o intervalo das palestras, os participantes puderam saborear um delicioso coffee break e conhecer os produtos expostos das empresas patrocinadoras em showroons na sala ao lado das palestras. E não poderiam faltar brindes !!! Além dos brindes dos patrocinadores do evento, foram sorteados livros da Editora Thomas Nelson de autores renomados como John Maxwell e Gustavo Cerbasi, diárias de hotéis em São Paulo no período da Office PaperBrasil Escolar, uma máquina fotográfica digital da Panasonic e um final de semana em Paraty.

Salvador da Pap. Estrela de Copacabana ganhador da máquina fotografica Panasonic entre Lucas Huang (CHTECH) e Luis Abdala (Alare)

O evento é uma realização da CHTECH e mais 9 empresas, Dello, Chamex, Francal, Aztec, Imex, Procal, Aurora, Verbatim, Panasonic. Também apóiam o evento, Alare Comunicação Integrada, Brasil Escolar, Editora Thomas Nelson, Revista da Papelaria, Office PaperBrasil Escolar, Revista Papelaria & Negócios, Guia do Mundo Lufthansa Citycenter e Revista Distribuidores & Mercado.

A próxima parada do Gerando Demanda pelo Conhecimento acontece em Porto Alegre no dia 12/04 e Caxias do Sul no dia14/04. Para informações e inscrições acesse : www.gerandodemanda.com.br

14mar/110

Gerando Demanda no Rio de Janeiro

Esta aproximando mais um Gerando Demanda e desta vez é no Rio de Janeiro.

Confira nossa programação:

Manhã

08h30 Credenciamento  e  retirada de material

09h00 Abertura

09h15 Palestra: “Decifrando o comportamento do consumidor – eleve suas vendas com qualidade”. palestrante Fabio Nemer

10h00 Intervalo / Coffee Break

10h30 Palestra: "Fidelizaçao de Clientes ". palestrante Frederico Gorgulho

11h00 Palestra: "Influência e Convencimento para Vender Mais". palestrante Junior Portare

12h00 Sorteio de Brindes e Encerramento

Tarde

14h30 Credenciamento  e  retirada de material

15h00 Abertura

15h15 Palestra: "Prazer em Fazer o que eu faço". palestrante Alexandre Guedes

16h15 Intervalo / Coffee Break

17h00 Palestra: “O que você precisa para ter Sucesso”. palestrante Junior Portare

18h00 Sorteio de Brindes e Encerramento

Durante todo o dia haverá show room para exposiçao de produtos (09h00 as 21h00)

Haverá sorteio de uma máquina fotográfica digital da Panasonic e um final de semana em Paraty - RJ

Nossos eventos são gratuitos... faça já sua inscriçao nowww.gerandodemanda.com.br

10mar/111

A vaca foi pro brejo

Um velho monge e seu discípulo costumavam visitar as pessoas que moravam em vilarejos distantes da cidade. Num dos seus passeios já estava anoitecendo e eles ainda estavam no meio de uma estrada, distantes do vilarejo para onde se dirigiam. Avistaram um sitio, aproximaram-se e pediram pousada durante aquela noite.

O sitio era muito simples. Ali, viviam um casal de aparência humilde e seus três filhos, pequenos e raquíticos. A pobreza do lugar era visível e, mesmo assim, eles acolheram, de bom grado, a dupla de viajantes.

Durante o jantar, onde fora servido mingau de leite com farinha, o mestre indagou: “ – Neste lugar não há sinais de comercio ou de algum trabalho. Também não vimos nenhuma plantação. Como vocês sobrevivem aqui?”

O dono da casa respondeu: “- Meu amigo, nós temos uma milagrosa vaquinha, que nos dá vários litros de leite todos os dias. Uma parte desse leite nós vendemos ou trocamos na cidade, por outros alimentos ou coisas que necessitamos. Outra parte fazemos queijo, coalhada, pirão e, assim, vamos sobrevivendo. Não sabemos plantar, também acho que esta terra não dá nada e tudo aqui é muito difícil. Ai de nós se perdemos a nossa vaquinha!”

De madrugada, os dois receberam um copo de leite quente. Em seguida, agradeceram a hospitalidade e foram embora. Assim que saíram do sítio, o mestre ordenou ao discípulo que ele pegasse a vaca e a atirasse num precipício. O jovem, surpreso, não só se chateou como ficou revoltado com a atitude desumana do seu mestre: “ – Como podemos destruir a única fonte de sobrevivência desta família?”

Relutou um pouco, mas limitou-se a cumprir a ordem do mestre. Alguns anos depois, o jovem, retornando sozinho àquela região, resolveu dirigir-se ao sítio daquela família que lhes hospedara.

Chegando lá, qual não foi seu espanto quando verificou que o local havia mudado muito. O casal que vinha m sua direção era o mesmo, mas estava muito feliz. As crianças cresceram e, agora, já quase adolescentes, estavam bonitas, bem nutridas. Tudo havia mudado e para melhor: horta, frutas, galinha, animais diversos passeavam pelo sitio. O jovem, não acreditando no que via e ainda sentindo-se culpado, questionou: “ – Como é possível vocês terem progredido tanto?!”

Ao que o casal respondeu: “ – Quando vocês estiveram aqui a nossa situação não era das melhores. Tínhamos só uma vaquinha e toda nossa sobrevivência vinha dela. Logo após a saída de vocês, aconteceu uma tragédia – nossa vaquinha caiu num precipício. Entramos em desespero, mas, daí em diante, tivemos que fazer outras coisas, desenvolver outros meios de sobrevivência. Descobrimos que a nossa terra era fértil e boa para legumes e frutas. Fomos, aos poucos, criando gosto e hoje é essa beleza que o senhor esta vendo. Graças à perda da nossa vaquinha”.

2mar/113

Seu FGTS para pagar dividas

O congresso nacional  discute projeto deliberação do fundo para pagamento de dívidas.

Que tal utilizar seu FGTS para acertar as contas? A Câmara Federal estuda um projeto que libera parte do FGTS para casos de endividamento extremo.

2mar/111

Volta as aulas 2011

Eu, consumidora

Não é do meu feitio, mas vou contar minha experiência pessoal nesta volta às aulas. Mãe de duas crianças, de 6 e 10 anos, tinha em mãos as listas do material escolar do primeiro e do quinto ano. Os livros representavam o maior investimento. No total, eram 13 livros que somavam R$ 1.180,00. Vivi o dilema entre livros encapados numa papelaria próxima ao colégio versus o parcelamento em 10 vezes sem juros em uma grande rede de livrarias. Fui seduzida pela facilidade financeira. De posse de uma senha numérica que me mostrava uma diferença de 47 números entre meu papel e o visor eletrônico, fui exercitar minha paciência no café que funciona dentro da loja. Depois de duas horas e vinte e dois minutos, estava finalmente na frente do balcão onde a atendente pegou as listas da minha mão e foi sinalizando os livros que a loja não tinha. Pedi que checasse porque podiam ter chegado e, talvez, ela não tivesse sido avisada, afinal, são tantos livros, não tem como memorizar o estoque inteiro, a atendente me olhou, pegou as listas e foi para o estoque. Minutos depois voltou com três livros. Dos 13, a grande rede só tinha três para me oferecer. Mas, ainda assim, eu poderia pagar em 10 vezes sem juros... Ao chegar no caixa, que caixa? Era impossível localizar o local de pagamento diante da multidão de pessoas aglomeradas com o intuito de fazer a mesma coisa que eu. Olhei para as pessoas, fitei os livros na minha mão e não tive dúvidas, a sedução das 10 vezes sem juros tinha chegado ao fim, coloquei os livros no balcão e fui embora. Consumidora frustrada!

Na manhã seguinte, fui à papelaria ao lado do colégio, e ela também não tinha os livros, aliás, não tinha livro algum. “Não tenho espaço para acomodar tantos livros, a venda não é certa e a margem não é lá grande coisa”, alegou o dono que me atendeu. “Mas você encomenda comigo, e em uma semana eles estarão aqui e encapados”, completou o empresário. A comodidade soou muito bem aos meus ouvidos, mas meu espírito de consumidora falou mais alto. “E como pago?”, perguntei. Ele me respondeu que poderia parcelar em três vezes sem juros ou ter 7% de desconto no pagamento à vista em cheque ou dinheiro. “A senhora é quem sabe”, deu o ultimato. É, eu já sabia dos gastos com material escolar e já tinha me planejado para isso, então fiquei com a opção do desconto e... com o serviço de encapar, que acabou sendo feito também nos cadernos comprados na papelaria. Uma dádiva para quem não tem nenhum talento para trabalhos manuais (confesso...). Consumidora satisfeita!

Sobre a livraria da grande rede, tive que voltar lá. Não havia a agenda da personagem que a minha filha queria na papelaria. Achei uns 10 exemplares dela no fundo de uma gôndola, mas outra frustração, o modelo estava avariado − sem o prometido brinde da personagem. Aviso ao fabricante: reveja a colocação do brilho labial no próximo lançamento.... Após convencer a minha filha das virtudes de outras personagens, me dei conta de como o espaço para escrita nas páginas das agendas infantis, femininas em especial, tem diminuído. Aviso aos fabricantes: o acabamento e o design das agendas estão primorosos, mas elas continuam existindo para registro de informação! Essa situação tem acontecido também em cadernos. As imagens impressas nas páginas estão disputando a área e atenção da molecada e com cores muito fortes. Consumidora atenta!

Agradeço a atenção para um editorial-confissão, mas eu precisava compartilhar com vocês meu ritual de compras. Até mais.

Rosangela Feitosa – Editora da Revista da Papelaria

www.revistadapapelaria.com.br


1mar/110

A tecnologia e as mulheres

A tecnologia tem feito cada vez mais a cabeça das mulheres. Ao contrário do senso comum de que elas preferem garimpar vestidos ou sapatos novos, hoje, muitos produtos tecnológicos estão no topo da wishlist feminina. Uma pesquisa realizada pela Sophia Mind, empresa de pesquisa e inteligência de mercado do grupo Bolsa de Mulher, revela que 81% delas planejam adquirir algum produto tecnológico nos próximos seis meses. O estudo foi realizado com 712 mulheres entre os 18 e 60 anos e mostra que a internet é o principal meio usado por elas para saber mais sobre as últimas novidades do mercado.

Confira os principais pontos da pesquisa:

- A televisão de alta definição é o item mais desejado pelas brasileiras: 45% delas querem uma. Em seguida vêm notebooks (29%), máquinas fotográficas digitais (25%) e videogames (13%). Os celulares são os menos cotados na lista de opções;

- Apesar disso, os celulares comuns aparecem no topo da lista de artigos que elas têm. Em seguida, máquinas digitais (75%), aparelhos de reprodução musical (61%) e notebooks (43%);

- A pesquisa de preços é decisiva nas escolhas femininas na compra de produtos tecnológicos. Delas, 75% pesquisam o valor em diversos lugares, enquanto 65% também utilizam a internet para tirar dúvidas;

- As lojas de grande varejo e grandes lojas na internet são os principais pontos de vendas de produtos tecnológicos. Para elas, preço, segurança e garantia são principais vantagens destes estabelecimentos;

- 57% delas estão satisfeitas com os produtos disponíveis no mercado, enquanto 39% acreditam que nem sempre funcionalidade e design andam juntos quando o assunto é tecnologia.

Clip-It USB 2.0 USB

A Verbatim de olho nas tendências e necessidades do público feminino lançou o Clip-It USB 2.0 Cores,  pendrive  que combina alta velocidade de armazenamento flash e a praticidade e desing do formato clip, sendo a prova de poeira, água e estática. São 5 cores  descoladas para você escolher: azul, rosa, laranja, verde e preto.

Fonte: http://www.bolsademulher.com/tecnologia/mulheres-e-tecnologia-103186.html

Informaçoes sobre o Clip-It : www.chtech.com.br