BLOG GERANDO DEMANDA
31out/110

Jesus Cristo – Lideranca Secular

DOIS SÉCULOS DE INFLUÊNCIA

por Ricardo Machado*

- CARISMA E CONFIANÇA

Ao longo da história, muitas pessoas conseguiram com suas idéias mudar o curso da política, da filosofia, da ciência ou da religião. Houve um homem, no entanto, que foi capaz não só de abalar os alicerces do pensamento como de alterar para sempre a trajetória da humanidade. Esse homem foi Jesus Cristo e seus ensinamentos geram frutos há mais de dois mil anos Jesus se fazia seguir e obedecer de forma espontânea, dedicada e motivada, em direção a um objetivo. Transmitindo confiança e segurança, empolgava e empurrava os colaboradores para frente. Estimulava a vontade de vencer em todos com quem se relacionava. Como líder autêntico, encarnava as crenças e os valores mais preciosos do grupo a que pertencia. Na verdade, a capacidade de liderar, em qualquer época, deriva da força e do apoio dos que cercam aquele que comanda. Ela implica levar os liderados a se tornar independentes, servindo-lhes como exemplo. A jornada espiritual de Jesus inspirou muitos a empreender busca semelhante. Ele não pretendia apenas que outros o seguissem, mas que iniciassem um caminho próprio e consciente. Segundo a Bíblia, depois de convencer Simão e André a se juntar a ele, Jesus encontrou adiante mais dois irmãos, Tiago e João, consertando uma rede. Portanto, as primeiras pessoas que ouviram a sua palavra, aceitaram a sua doutrina e tornaram-se seus discípulos eram homens simples, pescadores. Um indivíduo precisa ter grande força de persuasão e enorme carisma para fazer com que desconhecidos larguem tudo e se ponham a andar pelo mundo a seu lado, ouvindo e ajudando a divulgar uma mensagem. Com sua atuação carismática, Jesus conseguiu que o grupo atingisse as metas com mais eficiência e disseminasse sua palavra. Tinha iniciativa de líder e atuava de maneira preventiva, antecipando e estudando as possibilidades de erro, além disso, estava sempre atento às necessidades de ação e mudanças, Uma das características do líder é o controle que exerce sobre a própria vida. Jesus não fugia à regra: não esperava as coisas acontecer. Ele as fazia acontecer em razão dos objetivos que perseguia. Um líder mantém-se concentrado e focalizado em qualquer situação.
Para motivar os outros, um comandante deve ter a motivação em si mesmo. Quando se atinge o nível de consciência em que o mais importante é o sentimento que se tem no interior, alcança-se o ponto fundamental: o cruzamento com o próprio destino. Jesus disse: “Sei de onde vim e sei para onde vou” . Ele teve, o tempo todo, conhecimento do seu destino. De igual modo, nos variados exercícios de liderança, é imprescindível convencer a equipe sobre a missão a cumprir, para, então, educá-la, com o comandante servindo de modelo para o que se está fazendo ou para o que deve ser feito. Quando chegar à hora decisiva, o líder estará apto a dirigir os comandados com autoridade.
Enfim, é uma necessidade do ser humano se agrupar em torno de quem tenha iniciativa e disposição para ensinar e, ao mesmo tempo, seja um exemplo em todos os sentidos. O líder inspira porque possui visão de novas possibilidades de pensamento e ação, comunicando-a a seus colaboradores e os incitando a desenvolver a própria visão. Ele procura, constantemente, modos de expandir a visão de seus colaboradores, bem como sua influência e contribuição.

- Princípios da Liderança de Jesus


Durante muito tempo a liderança empresarial foi calcada no respeito imposto, e não no respeito conquistado. Durante muito tempo o líder empresarial via cada funcionário como uma máquina útil à finalidade da empresa, e não como um ser humano merecedor de consideração. Durante muito tempo o líder não era líder. Era gerente. Era chefe. Ele não liderava, ele mandava. Foram os tempos onde as idéias administrativas e gerencias de Frederick Taylor imperavam.

Hoje tudo mudou.

Ou melhor, hoje tudo está mudando numa velocidade impressionante. Hoje os líderes empresariais descobriram que a única forma de manter a empresa viva e em crescimento, é valorizar o trabalho em equipe. E para valorizar o trabalho em equipe é preciso, por conseqüência, valorizar os integrantes da equipe, que são seres humanos, e não máquinas. Hoje os líderes empresariais descobriram que a única forma de manter a empresa viva e em crescimento, é valorizar o trabalho em equipe. E para valorizar o trabalho em equipe é preciso, por conseqüência, valorizar os integrantes da equipe, que são seres humanos, e não máquinas.

- A visão de liderança sofreu uma mudança de 180 graus.
Se, no recente passado, a citada prevenção do líder, era sinal de sensatez, hoje essa prevenção, ou preconceito, não é mais sinal de sensatez. Mas sim, de desconhecimento. Desconhecimento dos procedimentos da atual liderança empresarial. De forma tênue, mas gradativa e firme, os princípios do nosso Mestre Jesus estão começando a ser aplicados em muitas empresas. Dentro de alguns anos muitos irão enxergar que as “modernas” técnicas de liderança nada mais são do que corolários dos princípios preconizados por Jesus. Quer um exemplo?
Os pesquisadores e autores norte-americanos Kouzes e Posner (1991, pg.35), conforme relatado em seu livro “O Desafio da Liderança”, chegaram, depois de intensa e séria pesquisa, aos cinco procedimentos do líder eficaz, a saber:
A - Desafiar o estabelecido;
B - Inspirar uma visão compartilhada;
C - Permitir que os outros ajam;
D - Apontar o caminho;
E - Encorajar o coração.
Esses procedimentos, descobertos não por religiosos, mas sim por pesquisadores empresariais, tem relação direta com o estilo de liderança do nosso Mestre Jesus? Vejamos a correlação que há entre cada um dos procedimentos acima e a visão de liderança do nosso Mestre:
A - DESAFIAR O ESTABELECIDO


Se há um ser que tenha, de forma plena e concreta, desafiado o estabelecido, este ser foi Jesus (romper paradigmas). A liderança de Cristo, que dominou a vida do Ocidente nos últimos 2000 anos, continua vigorosa e com capacidade de adaptar-se ao mundo moderno  A liderança de Jesus é um desafio dominante da vida ocidental. Mesmo entre as pessoas que não fazem parte do rebanho atual de mais de dois bilhões de seguidores do cristianismo, ela exerce ainda hoje influência. A moral e os costumes, a arte e a ciência, a política e até a economia, toda a bagagem cultural foi tocada e, freqüentemente, moldada pelo cristianismo. Nenhum poeta ou o mais genial dos escritores conseguiu criar um líder tão influente como esse aprendiz de carpinteiro (Revista Veja.).

B - INSPIRAR UMA VISÃO COMPARTILHADA


Durante toda sua vida terrena Jesus conviveu de forma intensa com seus doze discípulos (sua equipe), para que todos adquirissem uma visão única do que é viver em plenitude. Jesus, em suas reuniões, tinha sempre o objetivo de inspirar uma visão compartilhada. E sua sede pela visão compartilhada ia muito além de estendê-la somente à sua equipe (seus discípulos). Sua idéia de visão compartilhada era universal, isto é, Seu objetivo (era e) é que toda a humanidade compartilhe com Ele sua visão de mundo.

C - PERMITIR QUE OS OUTROS AJAM

Durante toda sua vida terrena Jesus preparou sua equipe. Jesus preparou os seus discípulos para que? Para que agissem. Jesus sabia: para que suas palavras e ações encontrassem eco, era necessário – e imprescindível - permitir que outros agissem. O objetivo de Jesus sempre foi descentralizar o seu trabalho, tendo cada vez mais adeptos que agissem de acordo com o espírito humanitário que pregava e exemplificava.

D - APONTAR O CAMINHO

Quando Jesus disse ser necessário “amar a Deus sobre todas as coisas, e ao próximo como a si mesmo”, ele soube apontar o caminho, e de forma magistral.

E - ENCORAJAR O CORAÇÃO


Jesus, em sua passagem terrena, amou a todos, em todos os instantes. Jesus pregou e viveu o amor em sua plenitude. Jesus, como ninguém, soube encorajar o coração de quem o seguia. bem, agora, vamos nos conscientizar de uma vez por todas.
A diferença básica entre o líder empresarial e o líder servidor (Jesus), é que aquele visa o lucro financeiro, e este visa o lucro do dever cumprido em relação aos objetivos.

Jesus é um exemplo de liderança, como se relacionava o líder Jesus?

a) Jesus era um líder disposto a assumir a função de servo,
b) Jesus não se preocupava em ser o primeiro,
c) Sua liderança não era autoritária,
d) Estava sempre disposto a ouvir e dar atenção – Até mesmo os pequeninos (às crianças),
e) Estava em contínuo treinamento com os seus liderados,
f) Procurava nutri-los da melhor maneira possível,
g) Sua liderança baseava-se na humildade,

Texto de Ricardo Machado
E-mail: ricomachado@terra.com.br
- Graduado em administração de empresas.
- Gestor do Instituto Mario Romañach
- Moderador,junto a Et&Es – Ética & Estratégica Empresarial, dos grupos de estudos:
Psicodinâmica Organizacional
Saúde mental nas Organizações de Trabalho
- Colaborador do Greenpeace

Fonte: http://www.administradores.com.br/informe-se/artigos/o-lider-jesus-cristo/23329/

31out/111

Vender e o que interessa…

O gerente de vendas recebeu o seguinte fax de um dos seus novos vendedores:

"Seo Gomis, o criente de Belzonte pidiu mais cuatrucenta pessa. Faz favor toma as providenssa. Abrasso, Nirso".

Aproximadamente uma hora depois recebeu outro:

"Seo Gomis, os relatorio di venda vai xega atrazado proque to fexando umas venda. Temo que mandá treiz miu pessa. Amanha to xegando. Abrasso, Nirso".

No dia seguinte:

"Seo Gomis, num xeguei pucausa de que vendi maiz deis miu em Beraba. To indo pra Brazilha. Abrasso, Nirso".

No outro:

"Seo Gomis, Brazilha fexo 20 miu. Vo pra Frolinoplis e de lá pra Sum Paulo no vinhão das cete hora. Abrasso, Nirso".

E assim foi o mês inteiro. O gerente, muito preocupado com a imagem da empresa, levou ao presidente as mensagens que recebeu do vendedor. O presidente, um homem muito preocupado com o desenvolvimento da companhia e com a cultura dos funcionários, escutou atentamente o gerente e disse:

- Deixa comigo que eu tomarei as providências necessárias. E tomou. Redigiu de próprio punho um aviso e afixou no mural da empresa, juntamente com as mensagens enviadas pelo vendedor:

"A parti de oje nois tudo vamo fazê feito o Nirso. Si priocupá menos em iscrevê serto, mod vendê maiz.

Acinado, o Prizidenti".

 

newsletter semanal Prof. Menegatti - 287/2011

28out/110

 O espetáculo acontece dias 02 e 03 de novembro

Em Caraguatatuba

As 20 h no teatro Mario Covas - Av. Goias 187 - Indaia

O Musical Casas tem o patrocinio da Procalc

(www.procalc.net) @procalcnet

24out/110

A fabula do rei e suas 4 esposas

Era uma vez... um rei que tinha 4 esposas.
Ele amava a 4ª esposa demais, e vivia dando-lhe lindos presentes, jóias e roupas caras. Ele dava-lhe de tudo e sempre do melhor.

Ele também amava muito sua 3ª esposa e gostava de exibi-la aos reinados vizinhos.
Contudo, ele tinha medo que um dia, ela o deixasse por outro rei.

Ele também amava sua 2ª esposa.

Ela era sua confidente e estava sempre pronta para ele, com amabilidade e paciência. Sempre que o rei tinha que enfrentar um problema, ele confiava nela para atravessar esses tempos de dificuldade.

A 1ª esposa era uma parceira muito leal e fazia tudo que estava ao seu alcance para manter o rei muito rico e poderoso, ele e o reino.

Mas, ele não amava a 1ª esposa, e apesar dela o amar profundamente, ele mal tomava conhecimento dela.

Um dia, o rei caiu doente e percebeu que seu fim estava próximo.

Ele pensou em toda a luxúria da sua vida e ponderou: É, agora eu tenho 4 esposas comigo, mas quando eu morrer, com quantas poderei contar?

Então, ele perguntou à 4ª esposa:

Eu te amei tanto, querida, te cobri das mais finas roupas e jóias. Mostrei o quanto eu te amava cuidando bem de você. Agora que eu estou morrendo, você é capaz de morrer comigo, para não me deixar sozinho?

De jeito nenhum! respondeu a 4ª esposa, e saiu do quarto sem sequer olhar para trás.

A resposta que ela deu cortou o coração do rei como se fosse uma faca afiada.

Tristemente, o rei então perguntou para a 3ª esposa:

Eu também te amei tanto a vida inteira. Agora que eu estou morrendo, você é capaz de morrer comigo, para não me deixar sozinho?

Não!!!, respondeu a 3ª esposa.

A vida é boa demais!!! Quando você morrer, eu vou é casar de novo.

O coração do rei sangrou e gelou de tanta dor.

Ele perguntou então à 2ª esposa:

Eu sempre recorri a você quando precisei de ajuda, e você sempre esteve ao meu lado. Quando eu morrer, você será capaz de morrer comigo, para me fazer companhia?

Sinto muito, mas desta vez eu não posso fazer o que você me pede! respondeu a 2ª esposa.

O máximo que eu posso fazer é enterrar você! Essa resposta veio como um trovão na cabeça do rei, e mais uma vez ele ficou arrasado.

Daí, então, uma voz se fez ouvir:

Eu partirei com você e o seguirei por onde você for... O rei levantou os olhos e lá estava a sua 1ª esposa, tão magrinha, tão mal nutrida, tão sofrida...

Com o coração partido, o rei falou:

Eu deveria ter cuidado muito melhor de você enquanto eu ainda podia...

Na verdade, nós todos temos 4 esposas nas nossas vidas...

Nossa 4ª esposa é o nosso corpo.

Apesar de todos os esforços que fazemos para mantê-lo saudável e bonito, ele nos deixará quando morrermos...

Nossa 3ª esposa são as nossas posses, as nossas propriedades, as nossas riquezas. Quando morremos, tudo isso vai para os outros.

Nossa 2ª esposa são nossa família e nossos amigos. Apesar de nos amarem muito e estarem sempre nos apoiando, o máximo que eles podem fazer é nos enterrar...

E nossa 1ª esposa é a nossa ALMA, muitas vezes deixada de lado por perseguirmos, durante a vida toda, a Riqueza, o Poder e os Prazeres do nosso Ego...

Apesar de tudo, nossa Alma é a única coisa que sempre irá conosco, não importa aonde formos...

Então...

Cultive...

Fortaleça...

Bendiga...

Enobreça...

sua Alma agora!!!

É o maior presente que você pode dar ao mundo...

e a si mesmo.

Deixe-a brilhar!!!

fonte : http://www.vendedorautonomo.com.br/textos.php?codigo=434

 

14out/110

Horario de verao comeca no proximo domingo e tera uma semana a mais

O horário de verão 2011/2012 começa no próximo domingo (16), quando os relógios devem ser adiantados em uma hora.

Para este ano, o horário terá 133 dias e terminará no dia 26 de fevereiro de 2012, sendo o mais longo desde 1985, segundo o ONS.

A alteração no horário ocorre em três regiões brasileiras: Centro-Oeste, Sul e Sudeste, além da Bahia, que é o único estado do Nordeste a adiantar o relógio.

Nas regiões Sudeste e Centro-Oeste juntas, a diminuição projetada do consumo é 4,6% e corresponde a 2.050 MW, ou duas vezes a demanda de Belo Horizonte e duas vezes e meia a de Brasília.

Período

O decreto que instituiu o horário de verão determina que quando há conincidência entre o dia previsto terminar e o domingo de carnaval, o encerramento deve ser no domingo seguinte, que neste caso será 26 de fevereiro de 2012. O objetivo é evitar que, em meio a um feriado, a população acabe esquecendo de ajustar os relógios.

O horário de verão é adotado todos os anos nesta época por causa da demanda de energia, motivado pelo calor e pelo crescimento da produção industrial que antecede o período do Natal.
Com o horário adiantado em uma hora, a população aproveita melhor a luminosidade natural, em todas as cidades.

Fonte: http://www.midiamax.com/noticias/772372-horario+verao+comeca+proximo+domingo+tera+uma+semana+mais.html

13out/110

Gerando Demanda em Belo Horizonte

 

11out/110

Dia das Criancas movimenta lancamentos e acoes promocionais

Empresas colocam mais produtos no varejo e realizam atividades para aumentar as vendas

O Dia das Crianças é considerado um termômetro para as vendas do Natal e a segunda data mais significativa para o mercado de brinquedos. Segundo a previsão da Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL), o varejo deve apresentar um crescimento de 7%, um pouco inferior ao registrado em 2010, quando o resultado alcançado foi uma expansão de 8,5%.

Para vender mais, empresas com Lego, Estrela, Hasbro, PBKids e Walmart investem no portfólio e atividades nos pontos de venda na tentativa de atrair a atenção dos pequenos e de seus pais.

Projetando uma alta de 20% no faturamento, a Lego aproveita o Dia das Crianças para lançar 40 produtos no Brasil. A distribuição para o varejo foi intensificada desde o fim de agosto para que os parceiros estejam abastecidos com produtos até depois da data.

Nas lojas, os consumidores encontrarão novidades nas linhas Star Wars, Alien Conquest, City e Lego Technic, que permite a construção de robôs com os famosos blocos coloridos e disponibiliza o download da programação do brinquedo no site da marca.

A empresa também aposta em uma oferta de preços diversificada, com produtos custando de R$ 14,90 a R$ 1.999,00. Outra iniciativa para promover a experiência de marca e incentivar a compra dos produtos são as “Oficinas de Criação Lego”, montadas nos shoppings Cidade Jardim e Rio Preto, em São Paulo, Via Parque, no Rio de Janeiro, Iguatemi, em Florianópolis, e Bougainville, em Goiânia.

“O nosso objetivo é estimular ao máximo o contato e conhecimento do portfólio. Para o Dia das Crianças reservamos 40 novidades, dos 209 lançamentos planejados para 2011 no Brasil”, diz Robério Esteves, diretor de operações da M.Cassab, distribuidora oficial da Lego no Brasil.

Ações no ponto de venda

As iniciativas nos pontos de venda também fazem parte da estratégia da Lego para garantir a expansão do faturamento. A empresa investiu no treinamento dos colaboradores do varejo, explicando as qualidades e atributos dos produtos.

Na Lego Store, instalada há um ano e meio no shopping paulista Cidade Jardim, a companhia dinamarquesa criou bonecos em tamanho natural para atrair a atenção dos clientes.

Outras empresas também utilizam a ambientação das lojas para dar destaque aos seus produtos e vender mais. A Kraft Foods criou mini playgrounds nos supermercados de São Paulo, Rio de Janeiro e regiões Sul e Centro Oeste do país para promover as marcas Trakinas, Royal e Tang, em uma ação assinada pela agência New Style.

Já o Ponto Frio realiza oficinas gratuitas de culinária durante o mês outubro, nas Mega Store, com a proposta de se relacionar com os consumidores mirins.

A Klin é outra empresa que procura transmitir uma experiência diferenciada aos pequenos durante a compra dos produtos. Em 1.500 lojas que comercializam os calçados da marca, os pequenos encontrarão móbiles, adesivos no chão formando o conhecido jogo de “amarelinha”, tapetes medidores de pés e infláveis. A companhia conta ainda com a ajuda de promotoras temporárias realizando atividades recreativas e a previsão é de uma alta de 30% no faturamento durante a data festiva.

De olho no movimento gerado pelo Dia da Crianças, os shoppings também procuram cativá-las com recreação. O Vila Olímpia, em São Paulo, em parceria com o canal Disney Junior, criou atividades e brincadeiras baseadas nos personagens dos desenhos exibidos na TV por assinatura.

O NorteShopping, no Rio de Janeiro, criou oficinas de pintura de rostos como forma de atrair os pequenos ao centro comercial, gerando fluxo de clientes. Já o shopping Grande Rio aposta na promoção compre e ganhe para faturar, premiando os consumidores com relógios infantis, nas compras a partir de R$ 250,00.

Investimento no portfólio

Além do investimento nas lojas, as empresas buscam oferecer um sortimento de produtos variado e brindes para se destacar. A PBKids está presenteando os consumidores nas compras acima de R$ 100,00 com um “teatrinho” do personagem criado pela marca, o Pebê. A iniciativa espera colaborar para um aumento de 15% no faturamento no Dia das Crianças.

“Os investimentos são intensificados neste período e este ano estamos com um estoque 16% maior do que em 2010. O segundo semestre representa 70% das vendas e o mês de outubro colabora sozinho com 12% deste valor”, afirma Renato Floh, Gerente Geral da PBKids, em entrevista ao portal.

Buscando se tornar representativa na data, a Cacau Show criou uma seleção de produtos voltados para o Dia das Crianças. A marca também presenteará os consumidores que adquirirem algum item da coleção Chocobichos, a partir de R$ 20,00, com um animal de pelúcia, por mais R$ 14,90.

Esta é a primeira iniciativa da rede para a data e conta ainda com um hotsite, em que os consumidores podem conhecer os cinco modelos de brindes e vídeos contando histórias sobre os personagens.

A Estrela também busca aumentar o seu faturamento durante o Dia das Crianças. A empresa aposta nos brinquedos clássicos da marca, que sofreram reformulações para continuarem atrativos para as crianças.

Os conhecidos “Jogo da Vida” e “Banco Imobiliário” ganharam uma roleta eletrônica e cartões de débito e crédito, enquanto o “Pula Pirata” passa a contar agora com o atrativo da realidade aumentada por meio de cartões.

“Para o Dia das Crianças de 2011 estamos disponibilizando um sortimento de 280 produtos, projetando superar em 15% o faturamento alcançado em 2010”, diz Carlos Tilkian, presidente da Estrela.

Iniciativas no e-commerce

Enquanto algumas empresas apostam no portfólio e nas lojas físicas, há companhias que focam no e-commerce para faturar, de olho na previsão de 20% no aumento das vendas, segundo a e-bit.

Dando continuidade aos investimentos em sazonalidades, o Walmart criou um hotsite para o Dia das Crianças com ofertas segmentadas por faixa de preço ou perfil do consumidor. Para atrair a atenção dos internautas, a companhia oferece ainda frete grátis para todo o Brasil.

“Após acordo com mais de 30 fornecedores, dobramos o mix de produtos em relação a 2010, quando operamos com 1,5 mil itens. Em 2011, estamos com um portfólio de cerca de três mil produtos e, além de brinquedos, vamos investir em eletrônicos e celulares, pois cada vez mais cedo as crianças estão usando estes aparelhos”, diz Roberto Wajnsztok, diretor de marketing e Novos Negócios do E-Commerce Walmart Brasil, em entrevista ao portal.

O Mercado Livre também aposta na data e para facilitar a experiência de compra dos internautas criou uma página especial com sugestões de presentes nas categorias bebê, criança e jovem.

O Peixe Urbano investe em uma iniciativa semelhante, com um especial de promoções para cada região do país e ofertas voltadas para a comemoração da data. O site de compras coletivas realizou também um concurso cultural no último sábado, dia 9, premiando um internauta e sua família com uma viagem para Orlando, na Flórida.

fonte: http://exame.abril.com.br/marketing/noticias/dia-das-criancas-movimenta-lancamentos-e-acoes-promocionais

 

10out/110

O que fazer com vendedor que tem mania de reclamar?

Para responder a pergunta acima, enviada por um querido leitor nosso, ousadamente resolvi classificar os vendedores em quatro grupos:

  1. São os vendedores que possuem valores pessoais e apresentam resultados bons, ou seja, aqueles que, além de vender bem, são boas pessoas e contribuem para o ambiente da empresa. Esses profissionais devem ser premiados, elogiados e promovidos.

Composto de vendedores que têm valores pessoais bons, porém apresentam resultados ruins.

  1. São os famosos “gente boa”, que todos na empresa gostam, mas vender, que é bom, nada! Para esse grupo, deve ser oferecido um forte e intenso treinamento de vendas, pois eles têm valores bons e apreciáveis para a empresa, só precisam vender um pouco mais.
  1. Vendedores que possuem valores pessoais bons e resultados ruins, ou seja, aqueles que, além de não vender, atrapalham, tumultuam e prejudicam o ambiente. Quanto mais rápido eliminá-los, melhor. Se puder recomendá-los ao seu concorrente, melhor ainda, pois, além de suas vendas aumentarem, as dele diminuirão.
  1. São os vendedores que apresentam resultados bons, às vezes excelentes, porém têm valores pessoais ruins. Eles vendem bem, mas fazem fofocas, intrigas, arrumam confusão, tumultuam o ambiente, são extremamente persuasivos para o lado negativo e contaminam os que estão próximos (mas eles vendem tão bem!).

Nesse quarto caso, se o gestor não tomar uma posição, acontecerá a pior coisa que pode ocorrer a um gerente de vendas ou empresário: ficará refém de um mau vendedor e toda sua liderança e equipe irão por água abaixo. Meus dois conselhos práticos aos jovens supervisores, gerentes, enfim, líderes de vendas que possuem vendedores negativos na equipe são os seguintes:

  1. Avalie e pontue com franqueza o que não está bem e precisa ser mudado – Muitos vendedores têm o hábito inconsciente de reclamar de tudo, de maneira automática, porque vieram de empresas onde todos faziam isso. São os terríveis “vícios de vendas”.Já tivemos casos em que conversamos duro com alguns vendedores ao longo de anos e muitos mudaram de atitude. O que lhes faltava era orientação e uma firme liderança que os inspirasse positivamente. Vejo muitos gerentes covardes e omissos, que não gostam do que os vendedores fazem ou falam, mas ficam calados e reclamam para terceiros, que não têm nada a ver com o problema, por medo de magoar e criar atrito com o vendedor. Lembre-se de que somos culpados pelo que fazemos – e pelo que não fazemos também.
  1. Você não consegue ajudar quem não quer ser ajudado – Parece simples, mas demorei muito até aprender isso. Essa mania que temos de querer mudar o mundo e ajudar a todos definitivamente não é a melhor prática em vendas. Oriente uma, duas, três vezes e, se o vendedor não mudar, entre em ação com o lindo poema: “O sol há de nascer... O rio há de descer... O facão há de cortar...”. Nenhum vendedor é insubstituível e maior que a empresa e, quanto melhor e mais profissional for seu sistema de recrutamento e seleção para manter sua “caixa-d’água” e conseguir repor rapidamente uma perda, menos irá sofrer com vendedores “reclamões” e negativos. Definitivamente, precisamos de menos conversa, menos desculpas e mais resultados!

por César Frazão

fonte: http://www.vendamais.com.br/php/materia.php?id=50829

Categorias: Vendas Sem Comentários
6out/110

Morre Steve Jobs, cofundador da Apple

Steve Jobs, cofundador da Apple, morreu nesta quarta-feira (5).  A página oficial da Apple publicou a imagem acima e algumas palavras homenageando Steve, que faleceu aos 56 anos nos Estados Unidos.

"A Apple perdeu um gênio criativo e visionário, e o mundo perdeu um ser-humano incrível. Aqueles que tiveram a sorte de trabalhar com Steve perderam um querido amigo e mentor. Steve deixou para trás uma companhia que só ele poderia ter construído e seu espírito será sempre a base da Apple", informa o comunicado publicado pela companhia.

A página da empresa americana, em seu anúncio oficial, convida os fãs da marca a enviar mensagens de condolência através do e-mail rememberingsteve@apple.com.

A causa da morte do cofundador da Apple ainda não foi confirmada. Porém, nos últimos anos Steve Jobs foi afastado algumas vezes da companhia em função de problemas de saúde. Em 2004, por exemplo, ele passou por uma cirurgia para tratar um câncer no pâncreas. Após cinco anos, Jobs recebeu um transplante de fígado. Em ambas as ocasiões, ele se afastou das atividades da companhia.

No último dia 24 de agosto, Jobs publicou uma carta em que ele renunciava ao cargo de diretor-executivo da empresa. “Eu sempre disse que se houvesse um dia em que eu não pudesse mais cumprir minhas atribuições como diretor-executivo, eu seria o primeiro a dar a notícia a vocês. Infelizmente, esse dia chegou”, dizia ele no documento.

Após seu desligamento "parcial" da companhia, pois continuou como presidente da Apple, fotos de Steve Jobs, que o mostravam muito debilitado, passaram a circular pela internet. Porém, tanto a Apple como a sua família não divulgaram informações sobre seu estado de saúde.

Tim Cook, substituto de Jobs na direção executiva da Apple, disse em carta para os funcionários da empresa que estão planejando em breve um especial para celebrar a vida extraordinária de Steve. "Nenhuma palavra pode expressar adequadamente nossa tristeza pela morte de Steve ou nossa gratidão pela oportunidade de ter trabalhado com ele. Nós vamos honrar sua memória nos dedicando para continuar o trabalho que ele amava tanto".

Fonte: http://tecnologia.uol.com.br/ultimas-noticias/redacao/2011/10/05/morre-steve-jobs-fundador-da-apple.jhtm

 

4out/110

Gerando Demando em Belo Horizonte