BLOG GERANDO DEMANDA
29fev/120

Esta no ar a Pesquisa Melhores Marcas

Vote na Pesquisa Melhores Marcas e concorra a um fim de semana (com acompanhante) no Hotel San Rapahel Country, em Itu. É só preencher o formulário abaixo e escolher as marcas que mais se destacaram nas diversas categorias de produtos e serviços, segundo os quesitos: Especificação, Parceria, Prazo, Preço, Serviços e Volume.

Em consonância com as melhores práticas de governança corporativa, informamos que a Agnelo Editora contratou os serviços profissionais da Premium Auditores Independentes para auditar todo o processo de compilação, apuração e divulgação do resultado da Pesquisa Melhores Marcas.

Prêmio Melhores Marcas
Data: 31/05/2012
Valor do convite: R$ 245,00
Local: Vila dos Ipês - Av. Mofarrej, 1.505 - Vila Nova Leopoldina
Maiores informações: Falar com Michele - (11) 8170-7512 / 9167-8799 / 2338-6947 / 3832-7979 /eventos@agneloeditora.com.br

A sua opinião é extremamente importante para nós e para o mercado. Acesse o link abaixo e participe!

http://www.lojaspapelaria.com.br/pesquisa

 

27fev/122

O Maior Vendedor do Mundo

Há mais de 2.000 anos atrás em uma noite clara, céu aberto e com um lindo cometa rasgando a noite nascia em uma simples manjedoura o filho de Deus.

Um rei sem reino, um personagem ímpar na história da humanidade.

Natal é tempo de renovar as esperanças, de rever conceitos, relacionamentos e de se aprofundar mais naquilo que realmente importa.

Mas, além de filho do Altíssimo, Cristo foi um vendedor exemplar.

Ninguém como ele conseguiu usar técnicas de vendas de maneira tão eficaz e com isso suas ideias e ideais permanecem e permanecerão por toda a eternidade.

Jesus, como um bom líder definiu o perfil da sua equipe antes de recrutar. Os apóstolos, verdadeiros vendedores em missão no deserto, não poderiam ser pessoas da alta sociedade da época, nem doutores da lei ou membros do alto governo. Haviam de serem pessoas simples, sem preconceitos, que soubessem falar e interpretar a língua do povo. Precisavam ser vendedores de uma causa e como nunca, acreditar no que vendiam.

Na sua empresa a sua equipe é assim?

Como Jesus era um bom diretor de vendas! Mesmo sendo idolatrado e no auge da fama não se escondeu no seu “escritório”. Ele sempre saia para visitar seus clientes, os curava, os ouvia, era um verdadeiro solucionador de problemas. Nunca deixou de estar perto ou de amparar o cliente e quando precisava também soube ser duro com eles. Afinal nem todo cliente é bom.

Na sua empresa seu líder é assim?

Pense nas etapas da venda: Jesus e sua equipe prospectaram e ainda prospectam como nunca. Estão sempre à procura de novos seguidores, pessoas dispostas a viver e a divulgar sua palavra. No exército de vendedores da palavra de Deus sempre cabe mais um. Cristo abordava seus clientes com um sorriso no rosto, voz suave e serena. Contava parábolas e fazia se entender com o seu público. Posso imaginar como era difícil contrargumentar com aqueles que se fechavam para seus ensinamentos. Mas Ele lidava com as objeções ouvindo atentamente a seus interlocutores. Jesus sabia que em uma negociação o bom ouvinte é quem a conduz. Até follow-up praticava o mestre dos mestres. Na Bíblia temos várias passagens de reencontros com grandes personagens da história e quantas pessoas simples do povo, ou seja, seus clientes, ele revisitou e amparou.

Na sua empresa o processo de vendas é assim?

Mas o mais impressionante é que como uma máquina de vendas tudo o que Cristo promete Ele entrega! Quem pratica a sua palavra encontra a paz, a serenidade, divulga e pratica o amor ao próximo, supera obstáculos, vence desafios por meio da fé. Cristo como empreendedor deu a vida pelo seu negócio e mais… deu a vida pelos seus clientes!

A dedicação da sua empresa aos seus clientes é assim?

É óbvio que somo seres imperfeitos, impacientes e incompletos e nunca seremos como o filho de Deus. Mas acredite, Ele te ama mesmo assim!

E nos tempos de hoje está cada vez mais difícil ser simples, parar para respirar, para refletir sobre a palavra de Deus. Por isso neste Natal aproveite para aprender como ser um profissional e uma pessoa melhor por meio dos ensinamentos de Jesus.

Cristo, o maior vendedor do mundo, sempre está de portas abertas para compartilhar e ensinar o que há de melhor em gestão: realmente se importar com o próximo!

Paulo Araújo é especialista em Inteligência em Vendas e Motivação de Talentos. Diretor da Clientar – Projetos de Inteligência em Vendas. Autor de “Paixão por Vender” – Editora EKO, entre outros livros. Site: www.pauloaraujo.com.br. Twitter – @pauloaraujo07@pauloaraujo07

Fonte: http://blog.vendamais.com.br/2011/12/13/o-maior-vendedor-do-mundo/

 

Categorias: Vendas 2 Comentários
23fev/120

10 Dicas para Vender Mais em Crises

Tenho sido muito questionado sobre qual a minha opinião sobre a crise por meus clientes, parceiros e amigos e principalmente sobre o que fazer agora. É claro que cada caso é um caso, cada empresa tem seu segmento, dimensão, gestão e atuação diferentes. Tenho acompanhado de perto muitas informações relacionadas à crise mundial e de forma geral o que tenho feito e sugerido, inclusive em minhas palestras e cursos de vendas é:

1 – Faça um balanço geral: Aproveite o começo de ano e dedique um tempo para verificar junto a sua equipe como foi o desempenho no ano passado, quais objetivos foram atingidos, quais não foram e as possíveis causas. Transforme informações em gráficos, relatórios e outras ferramentas que possam ajudar a equipe e os gestores a visualizar a empresa no cenário no qual ela está inserida. Seja extremamente racional e objetivo.

2 – Desenvolva uma atitude mental positiva: O ser humano é o único ser vivo do planeta que pode escolher diversos significados diferentes para o mesmo acontecimento. Ter um enfoque positivo leva a atitudes pró-ativas. Busque soluções, não problemas. Busque oportunidades. Seja otimista. A história demonstra que as pessoas de sucesso, independente de obstáculos, desafios e crises, conseguiram manter uma atitude mental positiva.

3 – Encare os fatos: A crise mundial existe. E apesar de o Brasil encontrar um cenário muito favorável comparado a grande maioria dos países (eu diria até que é o melhor cenário!) não é muito inteligente fingir que nada irá mudar, que não vai haver desaceleração da economia. Agora é hora da economia real. As empresas precisam melhorar cada vez mais sua gestão em todos os níveis. É hora de identificar claramente e encarar quaisquer desafios e obstáculos com as melhores soluções.

4 – Velocidade é fundamental: A palavra de ordem hoje é competitividade. Uma grande parte das empresas e suas vendas cresceram impulsionadas pela forte demanda da economia e agora a realidade é diferente. Neste cenário é preciso ter velocidade para tomar as decisões corretas e ainda mais rapidez para fazer os ajustes que se façam necessários ao longo do percurso. É melhor errar ajustando e se adequar rapidamente do que ficar esperando algum milagre acontecer.

5 – Inovação e Criatividade: Reúna e ouça sua equipe de vendas em reuniões (com pauta e foco definido) para encontrar soluções. Existem centenas de histórias reais e inspiradoras de sucesso de pessoas e empresas que encontraram a oportunidade na crise, enquanto alguns choram, outros ganham dinheiro vendendo lenços.

6 – Monitore minuciosamente o mercado, concorrência e economia: Estamos na era da informação. Quem tem a informação mais precisa e rapidamente, ganha espaço e sai na frente. Além disto, esteja atento para se adequar as novas realidades do mercado e acompanhe os passos da concorrência e principalmente, quais os resultados que estão obtendo, modelando seus pontos fortes.

7 – Fidelize seus clientes: Pesquisas recentes de renomadas instituições mais do que comprovam que conquistar um novo cliente é muito mais caro e demorado do que manter aqueles que você já tem, portanto, faça de tudo para fidelizar seus clientes, é muito mais fácil você vender mais vezes para estes clientes, os quais você já tem um vínculo de confiança. Lembre-se de que a concorrência agora vai ser ainda mais acirrada e o cliente não vai pensar duas vezes em mudar de fornecedor se encontrar muitos benefícios a mais.

8 – Invista na capacitação das pessoas e no clima organizacional favorável: Nunca tivemos tantas informações, pesquisas e métricas de resultados que comprovam com tanta exatidão a maior eficiência das empresas que investem no fator humano e no clima organizacional. Um ambiente mais agradável e harmônico é sinônimo de maior produtividade. Investir em pessoas não é mais diferencial, mas sim, necessidade de sobrevivência! A propósito, qual é a frequência que você treina sua equipe de vendas?

9 – Entenda as verdadeiras necessidades do seu cliente: Esse é um dos erros mais comuns dos vendedores. Costumam falar mais do que ouvir, mas é ouvindo que conseguimos entender o que realmente o cliente/empresa precisa para satisfazer suas necessidades. Em tempos de crise, a tolerância dos clientes diminui, a exigência aumenta, portanto, entender o que realmente o cliente precisa é uma necessidade fundamental para ganhar tempo e ser mais assertivo!

10 – Acredite em seu produto, em sua empresa e principalmente em VOCÊ: a história da humanidade demonstra ao longo dos anos que as pessoas que venceram na vida (e também em vendas) desenvolveram uma convicção inabalável, seja naquilo que vende pode trazer verdadeiros benefícios aos seus clientes, que sua empresa é a melhor ou principalmente em que você é uma pessoa dotada de capacidades e possibilidades infinitas…Toda criação começa na mente! Pense nisto!

E ótimos negócios!!!

Por Allynson Lymer

Fonte : http://www.tecnicasdevendas.com.br/blog/2009/01/23/vendas-10-dicas-para-vender-mais-em-crises/

Categorias: Vendas Sem Comentários
15fev/120

Pos-medio ganha vagas e cursos

Formar-se no ensino médio e ir para a universidade. A sequência pode ser quebrada para 824,7 mil jovens até o fim do ano se depender do Pronatec (programa de acesso ao ensino técnico; pronatecportal.mec.gov.br).

Serão dadas bolsas para incentivar o ingresso no pós-médio em escolas públicas e instituições como Senac.

Entre as opções de curso, há novidades. O Senai, por exemplo, estuda criar nas áreas de açúcar e celulose e prepara-se para receber 4 milhões de matrículas até 2014.

Para acelerar a carreira, o estudante de sistemas de informação Rafael de Souza, 20, fez ensinos médio e técnico em eletrônica. No fim dos dois cursos, estava empregado.

Hoje ele está matriculado no ensino superior e diz que o pós-médio fez diferença para conseguir uma vaga na T-Systems, multinacional de tecnologia da informação.

Como ponte para a gradua-ção ou como oportunidade para antecipar a entrada no mercado, os cursos técnicos têm-se tornado um importante atalho para estudantes e formandos do ensino médio que não querem -ou não podem- esperar até a conclusão da faculdade para conseguir trabalho.

No ano passado, 2,4 milhões de matrículas foram realizadas pelo Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial).

Rute de Souza, 31, faz parte desse número. Matriculou-se no ano passado em curso de enfermagem no Senac-SP.

Seu objetivo é ter a chance de mudar de profissão e crescer rapidamente na carreira, diz ela, que hoje é babá.

No Centro Paula Souza, 162 mil matrículas foram efetuadas em 2011, ante 150 mil no ano anterior -crescimento de 7,7%. "Nos anos 1990, houve um afastamento dos jovens do nível técnico", avalia o coordenador Almério de Araújo. Um dos motivos foi o barateamento de universidades privadas, o que facilitou a adesão ao ensino superior.

CONTRA-ATAQUE

Mesmo com aumento da procura, a iniciativa privada ainda busca maneiras de atrair mais estudantes para o pós-médio.

A Petrobras, por exemplo, lançou no fim do ano passado o programa Profissões de Futuro. Além de palestras em escolas sobre as vantagens do ensino técnico no setor de petróleo e gás, a empresa criou site (www.profissoesdefuturo.com.br) para orientar os jovens.

Neste mês, o governo de São Paulo lançou carretas-escola para conquistar jovens de regiões afastadas dos grandes centros. Nessas salas de aula móveis, eles têm acesso a laboratório, painel simulador e ferramentas para aulas práticas.

http://classificados.folha.com.br/empregos/1043886-pos-medio-ganha-vagas-e-cursos.shtml

13fev/122

Desenvolvendo Competencias

Um açougueiro estava em sua loja e ficou surpreso quando um cachorro entrou. Ele espantou o cachorro, mas logo o cãozinho voltou. Novamente ele tentou espantá-lo, aí foi quando viu que o animal trazia um bilhete na boca.

Ele pegou o bilhete e leu:
- Pode me mandar 12 salsichas e uma perna de carneiro, por favor?

Ele olhou e viu que dentro da boca do cachorro havia uma nota de 50 Reais. Então ele pegou o dinheiro, separou as salsichas e a perna de carneiro, colocou numa embalagem plástica, junto com o troco, e pôs na boca do cachorro.

O açougueiro ficou impressionado e como já era hora de fechar o açougue, ele decidiu seguir o animal. Ele seguiu o cão até que ele parou em uma casa e pôs as compras na calçada. Então, voltou um pouco, correu e se atirou contra a porta. Tornou a fazer isso. Ninguém respondeu na casa.

Então, o cachorro pulou um muro baixo, foi até a janela e começou a bater com a cabeça no vidro várias vezes. Depois disso, voltou para a porta, e foi quando alguém a abriu e começou a bater no cachorro.

O açougueiro correu até essa pessoa e a impediu, dizendo:
- "Por Deus do céu, o que você está fazendo? O seu cão é um gênio!"
- "Um gênio? Esta já é a terceira vez nesta semana que esse estúpido esquece de levar a chave!!!"

Moral da história: você pode continuar excedendo às expectativas, mas para os olhos de alguns você estará sempre abaixo do esperado.

Fonte: News Motivacional Prof.Menegatti nº 311/2012

10fev/120

Elogios Salvam: 5 Passos para Inspirar Funcionarios

À luz dos recentes esforços de corte de custos das empresas, empregados hoje têm a tarefa de trabalhar o equivalente a três, quatro ou cinco funcionários. Acrescente a isso muito tempo no trânsito para chegar ao trabalho e nenhum  aumento salarial e você tem uma receita para uma força de trabalho infeliz e sem inspiração.

Essa negatividade pode causar estragos na produtividade dos funcionários e massacrar a experiência do cliente. Enquanto estamos todos ocupados, é preciso manter os funcionários inspirados, motivados e focados em proporcionar uma experiência positiva ao cliente. A maneira mais fácil e barata de fazer isso, acredite se quiser, é o elogio!

 

Aqui estão alguns lembretes simples que todos nós tendemos a esquecer, mas que podem ser postos em prática hoje mesmo.

1. Diga “por favor” e “obrigado”. Dizer aos funcionários que eles fizeram um ótimo trabalho irá percorrer um longo caminho.

2. Ruborize-os. Em reuniões, e-mails de massa, ou na intranet, reconheça-os por um trabalho bem feito e identifique uma ação específica que foi admirável.

3. Não os ignore. Pergunte-lhes suas sugestões e descubra o que eles acham que precisa ser melhorado. Isto mostrará que você respeita o que eles têm a dizer.

4. Envie-os para casa. Ofereça a opção de trabalhar em casa uma ou duas vezes por semana. Isso demonstra que você confia neles. Além disso, ir para fora do local de trabalho típico muitas vezes revigora a criatividade e aumenta a produtividade.

5. Dê a eles certo domínio. Se você tiver um blog ou uma mídia social interna, atribua-lhes um dia por mês para “mandar” em um dos meios sociais, para postar notícias da empresa e responder os clientes. Compartilhe com eles as diretrizes sociais ou de blogging, em primeiro lugar. Dar aos funcionários direito de propriedade irá promover confiança.

Por Mila D’Antonio

Fonte: http://blog.1to1.com.br/2011/08/02/elogios-salvam-5-passos-para-inspirar-funcionarios/#respond

8fev/120

Uso do papel alinhado a preservacao ambiental

 

Quem nunca recebeu um e-mail com as frases “ Antes de imprimir, pense em sua responsabilidade com o meio ambiente” ou “ Salve as árvores! Não imprima estes e-mail”? Nós, da International Paper, acreditamos que o consumo consciente e o respeito ao meio ambiente devem ser preocupações constantes de todos. Mas é preciso dizer que o uso do papel é totalmente alinhado a preservação ambiental.

Para começar, o papel para imprimir e escrever fabricado no Brasil é 100% proveniente de plantações de eucaliptos certificadas, cultivadas exclusivamente para a colheita e produção de matéria-prima.

Durante o período em que esses eucaliptos crescem, eles absorvem gás carbônico da atmosfera e recuperam o solo onde estão plantados. Quando são colhidos, deixam no mesmo solo resíduos orgânicos que reciclam os nutrientes e preparam a terra para um novo plantio ou regeneração natural. Em algumas fases do seu desenvolvimento, podem absorver um volume maior de água, porém esse volume, ao longo do ciclo, não é diferente do consumo dos principais cultivos agrícolas e matas nativas. Além disso, essas plantações geram renda, melhoram o aproveitamento da terra e representam fontes renováveis e sustentáveis de matéria-prima  para o papel e muitos outros produtos que são indispensáveis para o dia a dia de milhões de pessoas em todo o mundo.

Por isso fique tranquilo se precisar imprimir qualquer coisa. O papel é um produto biodegradável, renovável e sustentável, feito a partir de florestas plantadas que capturam CO2 e fazem bem para o meio ambiente.

Fonte : http://www.chamex.com.br/blog/

 

6fev/120

SECRETARIA: A GUARDIA DOS SEGREDOS

Com muita alegria vemos o projeto GERANDO DEMANDA PELO CONHECIMENTO abrindo espaço para as secretárias.

O nome secretária vem de segredo.

Isso mesmo, a secretária é a guardiã dos segredos.

Como o nome sugere, é uma pessoa de muita confiança, alguém com quem podemos compartilhar nossos sonhos e estratégias.

Recentemente participei como palestrante de um fórum de debates com outros seis palestrantes na Universidade UNIP, no campus da Chácara Santo Antonio, evento organizado pelas alunas do curso de secretario bi-lingue.

O tema do congresso foi: Os sete pecados capitais no trabalho.

Gostaria de compartilhar com vocês o tema que foi proposto: a soberba.

Pela Bíblia, temos que a soberba é o primeiro de todos os pecados.

Segundo as melhores interpretações, Lúcifer, o maior dos anjos, por sua soberba, quis ser igual a Deus e por isso mesmo deu início à história do pecado.

A soberba tem sido também o princípio de muitos males no mercado corporativo.

Muitos são os que andam por este caminho perigoso.

O caminho em que o desejo de ser é mais importante do que qualquer outra coisa.

 

Dois conselhos

 

Por isso mesmo, queremos deixar aqui duas dicas.

A primeira é de que vocês, secretárias, que tem sido uma espécie de bom escudo protetor de seus lideres, acabam sofrendo bastante discriminação e são taxadas por néscios de cães de guarda.

Por isso mesmo, levem a coisa para o lado positivo.

Cães são fieis.

Soberba não.

Mas fidelidade, sim, e acima de tudo.

Podemos, em espelho, lembrar do caso de Lúcifer.

Ele era o principal anjo, mas não era Deus.

Sejam anjos vocês também!

 

A maneira de se vestir e a forma magnífica como vocês andam e se comportam, faz com que vocês sejam influenciadoras.

Conselheiras! Nossa segunda dica!

Usem o fato de serem admiradas para fazer seguidores, pessoas que as valorizam pelo que são, por sua essência, por seu caráter.

Sem, contudo, usar de jactância ou autoritarismo.

Usem de alteridade: a capacidade de se colocar no lugar do outro.

Vocês já fazem isso muito bem com seus líderes, estendam isso para os demais.

Sua graça e sua sabedoria farão que sejam reconhecidas.

 

Deus as abençoe!

Tenho orgulho de suas profissões: mas sem soberba, hein?

João Luiz Gabassi

3fev/120

Venda sustentavel e investir em treinamento aos vendedores

O mercado em geral tem apresentado uma grande variedade de marcas e mix de produtos que não existiam há  alguns anos, fazendo com que hoje o consumidor não saiba o que comprar. A responsabilidade em mostrar estas diferenças deveria ser a função dos vendedores seja através de atendimento pessoal ou via telefone, mas infelizmente existe uma classe de vendedores que não sabe apresentar a diferença entre cada produto que vendem, e oferecem somente o preço como seu único argumento de vendas.

A CHTech, vendo esta necessidade, em 2008 desenvolveu um projeto chamado Gerando Demanda pelo Conhecimento, que visa capacitar e treinar os vendedores de seus clientes. O projeto consiste em desenvolver palestras motivacionais e treinamentos que têm por objetivo ajudar o profissional de vendas a desenvolver seu potencial e, assim, aumentar a saída dos produtos.

O formato do evento tem estilo roadshow, percorrendo várias cidades do Brasil, tendo como patrocinadores as empresas do setor -- no caso do Gerando Demanda pelo Conhecimento o foco maior foi para o mercado de papelaria e office.

Como as palestras não falam de produtos, empresas podem compartilhar os custos do projeto e, durante o coffee break, os participantes visitam o show room montado pelos patrocinadores para mostrar os lançamentos e novidades. Dessa forma, o evento cria um network muito interessante, possibilitando um contato direto com quem vende os produtos, contato com novos prospects e o estabelecimento de um marketing de relacionamento entre os clientes.

As palestras têm diversos temas, como: Decifrando o comportamento do consumidor, Como fidelizar clientes, Influência e convencimento para vender mais e O que você precisa para ter sucesso. Até hoje, o projeto já treinou mais de 4.000 vendedores e, a cada ano, tem melhorado sua performance. Tanto que, em 2012, já fixou o calendário das praças a serem visitadas. Entre elas estão, Rio de Janeiro, Curitiba, Recife, Cuiabá, Goiânia, São Paulo, Manaus, Belém.

Todo o projeto é desenvolvido pela CHTech e os patrocinadores ou apoiadores do projeto têm apenas que mandar o seu staff para demonstrar os produtos no show room. Todo o marketing do projeto, apoio, divulgação, negociação do local do evento, é inteiramente da responsabilidade do organizador. Isso reduz muito o trabalho das empresas e proporciona um ganho e apoio muito importante ao trade marketing da empresa.

O projeto Gerando Demanda tem ainda um site com blog, onde atualizamos semanalmente informações e artigos relevantes para os vendedores e lojistas (www.gerandodemanda.com.br/blog), além de participações nas mídias sociais, como Facebook e Twitter.

Este projeto é único no mercado, pois, geralmente, fabricantes ou fornecedores desenvolvem treinamentos para vendedores apenas para capacitar seus produtos. Mas, nunca pensam em desenvolver o indivíduo no sentido de transformar a mente dele, fazendo deste profissional um ser humano melhor. O projeto Gerando Demanda visa proporcionar uma venda sustentável e pode inspirar empresas a investirem mais em seus profissionais de vendas, pois são eles que vendem os produtos.

Esses profissionais, sem a qualificação necessária, fazem com que bons produtos muitas vezes fiquem parados nas prateleiras por pura falta de conhecimento. E sem conhecimento, não se vai a lugar nenhum.

Empresas que tenham interesse em conhecer ou participar deste projeto podem obter maiores informações pelo e-mail: contato@gerandodemanda.com.br.

 

(*) Lucas Huang é diretor de marketing da CHTech e idealiazdor do projeto Gerando Demanda pelo Conhecimento, que atingiu em 2011 as cidades do Rio de Janeiro, Porto Alegre, Caxias do Sul, Recife, Fortaleza, Vitória e Cuiabá.

 

Artigo publicado na Ed. 02 Dez/2011 da Revista Eletrolojas

1fev/120

Confira as dez piores desculpas para faltar ao trabalho

Imprevistos acontecem e todos nós estamos sujeitos a cancelar compromissos em função de alguma situação inesperada. No campo profissional, na maioria das vezes, problemas de saúde nos impedem de cumprir a jornada diária de trabalho.

É fato que algumas pessoas utilizam-se da criatividade para passar um tempo maior com suas famílias, resolver problemas pessoais ou simplesmente para dormir algumas horas a mais. Mas qual a probabilidade de uma geladeira cair em cima de você ou morcegos enroscarem no seu cabelo?

Uma pesquisa realizada pelo site CareerBuilder revelou as situações mais estranhas (e duvidosas) usadas por funcionários para justificar a falta no trabalho. Confira e tire suas próprias conclusões:

1 - Minha filha de 12 anos pegou meu carro e não pude ir pro trabalho" (o funcionário não quis comunicar o fato à polícia)

2 -  "Morcegos enroscaram no meu cabelo"

3 - "Uma geladeira caiu em cima de mim"

4 - "Eu estava na fila de uma cafeteria quando um caminhão que transportava farinha bateu e derrubou a carga no meu conversível"

5 - "Caí da cama e quebrei o nariz"

6 - "Peguei resfriado do cachorro"

7 - "Meu filho enfiou uma bala no nariz e tive que levá-lo ao pronto-socorro"

8 - "Fiquei com o dedo do pé preso em uma tampa de ventilação"

9 - "Meu cunhado foi sequestrado por traficantes mexicanos"

10 -  "Eu estava jogando boliche quando um balde cheio de água atravessou o teto e caiu na minha cabeça"

Fonte: http://noticias.uol.com.br/empregos/ultimas-noticias/2012/01/27/confira-as-dez-piores-desculpas-para-faltar-ao-trabalho.jhtm#comentarios