BLOG GERANDO DEMANDA
27abr/120

Recife e sucesso de publico no Gerando Demanda pelo Conhecimento

Em sua terceira edição Recife é praça tradicional no calendário do Gerando Demanda pelo Conhecimento e mais uma vez é sucesso de público. O evento aconteceu dia 17/04 no Mar Hotel e contou com salas cheias nos períodos da manhã e da tarde.

O evento contou com a presença de colaboradores de estabelecimentos das cidades da grande Recife, interior do estado de Pernambuco como Palmares e Caruaru, e também interior da Paraíba, da cidade de Patos.

Professor Menegatti falou sobre exceder as expectativas dos clientes através de exemplos e situações praticadas e vivenciadas em seu cotidiano.  Fabio Nemer  fez sua palestra quebra de objeções e falou como mudar  hábitos comuns na rotina de vendas, por exemplo,  atender aos clientes o com o tradicional “posso ajudar” e ”pois não” e como a resposta automática o cliente responder “não, estou apenas dando uma olhadinha”

Durante a tarde os palestrantes foram os patrocinadores do projeto com o formato de workshop. Fabiano Ghessi, trade marketing  da Chamex, falou sobre Sustentabilidade, assunto tão em alta em uma sociedade com recursos naturais cada vez mais escassos.  Moacir Marques, diretor comercial da Multilaser, falou sobre tecnologia e transformação, como a evolução nos sistemas de tecnologia transformaram diretamente a vida das pessoas. Frederico Gorgulho, trade marketing  da Dello, explanou sobre conceitos e ferramentas do marketing.

De noite Fabio Nemer em uma palestra mais voltada para os gerentes e proprietários falou sobre retenção de talentos, grande desafio para os empresários e líderes em não só contratar ou formar talentos mas mantê-los motivados.

Joelandio Marques, Gerente de Vendas da Reciclatec de Patos disse:  “Apesar de muito cansaço, pois viajei 1.000km de ida e volta em apenas 1 dia, fui recompensado pelo atendimento e palestras de sua equipe, não tivemos a sorte de ser sorteados nos brindes, mais isso é muito pouco em relação a riqueza de conhecimento que tivemos ontem”

No das  palestras  aconteceu o sorteio de um tablet da Multilaser, o ganhador foi Carlos Alexandre de Souza Barbalho proprietário da Future Data.

As próximas cidades por onde o Gerando Demanda vai passar é na região Norte do país em Manaus no dia 15/05 e Belém dia 17/05.

acesse www.gerandodemanda.com.br

 

 

26abr/121

5 Coisas que Voce Nao Deve Fazer no Trabalho

Um bom ambiente de trabalho pode tornar qualquer pessoa mais feliz, por isso que precisa-se sempre tomar cuidado com as atitudes que tomamos para não fazer com que pessoas comecem a reclamar do que estamos fazendo ou então tornar todo o ambiente desagradável.

Um clima pesado dentro de uma empresa pode trazer sérias consequências, como redução do rendimento dos funcionários, trabalhos realizados com displicência, entre outros que muitas vezes podem ser resultado não só do chefe, mas um único funcionário, não importa o seu posto, pode colocar um serviço por água abaixo.

 

Confira algumas coisas que você não deve fazer para se tornar esse causador da desgraça na empresa:

1. Nunca menospreze o serviço de alguém, todos são importantes em uma equipe de trabalho para que tudo saia do melhor modo possível;

2. Não ache que sempre você realiza melhor o serviço dos que estão ao seu redor, cada um possui uma qualidade, mas temos que saber ser modestos e não querer ficar passando por cima dos outros;

3. Mesmo que você seja o que precisa dar as ordens, saiba como fazê-lo, não se mostre autoritário. Solicite e não demonstre arrogância quando for dar uma tarefa para as pessoas.

4. Nem pense em mentir, por menor que seja o motivo sempre seja claro com todos. Uma pequena mentira pode levar a sérios problemas, além de acabar com qualquer confiança que a empresa possa ter em relação a você.

5. Não elogie uma pessoa mais do que ela mereça, mesmo se for o seu chefe. Puxas-sacos são considerados chatos e desagradáveis, nunca sabendo quando eles estão realmente sendo sinceros e isso pode afastar os seus companheiros de trabalho de você.

Mesmo tomando todos os cuidados, podem existir pessoas que acabem fazendo uma dessas coisas ou até mesmo outras, muitas vezes até alguém que já saiu pode deixar um clima chato dentro da empresa. Uma coisa que pode ajudar muito nessas situações é uma palestra de qualidade de vida dentro da empresa ou de motivação.

Com uma palestra bem dada, a equipe provavelmente se animará e caso exista alguma pessoa que seja um desses casos ou qualquer outro desagradável, pode perceber que está sendo negativo não apenas para sua vida, mas para todos que estão ao seu redor. O jeito é sempre se monitorar de nossas atitudes, mas também não rejeitar a ajuda que vem de outros por meio de palestras que sempre agregam alguma coisa em nossa vida.

fonte : http://murall.com.br/5-coisas-que-voce-nao-deve-fazer-no-trabalho/

25abr/120

Informacoes para declaracao do IR

Programa ajuda a fazer a declaração sem erros

 

A declaração do imposto de renda é uma das mais importantes tarefas no início de ano e algo que deve ser feito com cuidado para que erros não sejam cometidos. Informações divergentes, dados incorretos e outras falhas podem fazer que sua declaração caia na malha fina, levando à necessidade de comprovações adicionais sobre o que foi informado anteriormente.

Para evitar falhas na declaração, o contribuinte deve fazer o download do programa da Receita Federal e utilizá-lo para informar todos os seus rendimentos, bens e direitos, além de outros dados importantes, tudo de forma padronizada e simplificada.

 

O programa da Receita Federal oferece duas opções de declaração, a completa e a simplificada. Em linhas gerais, a declaração simplificada deve ser usada por quem tem renda menor e menos despesas para serem deduzidas. Para aqueles que recebem remuneração maior e tem despesas dedutíveis, como dependentes, contribuição à Previdência Oficial, despesas com educação, despesas médicas, pensão alimentícia e plano de previdência privada, a declaração completa é a mais recomendada. O próprio programa da Receita Federal auxilia nessa escolha, oferecendo uma sugestão conforme os dados informados.

É importante lembrar que está obrigado a apresentar a declaração de imposto de renda o contribuinte que tenha recebido, em 2011, rendimentos que, somados, superem a cifra de R$23.499,15. Vale ressaltar que a multa para quem não apresentar a declaração do IR é de R$165,74, valor que pode subir caso exista algum imposto que não tenha sido pago. Esse fato torna a declaração ainda mais importante e urgente.

Muitos contribuintes não sabem, mas podem ter direito à restituição do imposto de renda, uma parcela que é paga pelo Leão após a declaração ter sido processada. O próprio programa da Receita Federal já informa se haverá ou não restituição, e nesse caso é essencial que os dados de sua conta bancária sejam informados para que a Receita faça o depósito correspondente quando chegar o momento.

Para consultar informações sobre a restituição do Imposto de Renda, o contribuinte deve consultar mensalmente o site da Receita Federal na seção “IRPF – Extrato e Restituição”, informando seu CPF e outros dados que sejam solicitados. Caso receba uma mensagem informando que seus dados constam da base de dados da Receita, significa que sua declaração ainda não foi processada. Aproveite para cadastrar seu número de telefone ou celular no site da Receita, uma forma prática para obter um aviso tão logo sua restituição seja liberada.

 

Artigo enviado por Cristina Fortes [cristina.fortes1@gmail.com] em 25/04/2012

24abr/120

Conheca os finalistas do Premio Melhores Marcas 2012

Os vencedores serão conhecidos no dia 31 maio, no Espaço Vila dos Ipês, em São Paulo, onde acontecerá a entrega dos prêmios.

A Agnelo Editora, responsável pela organização do Prêmio Melhores Marcas, está concluindo a pesquisa Melhores Marcas e publica nesta edição os nomes dos finalistas em cada categoria de produtos e serviços.

Foram levantadas as marcas que mais se ressaltaram no ano de 2011 dentro de 56 categorias de produtos e serviços, e Personalidade Fornecedor. Os dados para a pesquisa foram coletados pela internet e por uma equipe de telemarketing entre setembro de 2011 e abril deste ano. Ao todo, a pesquisa contou com 2.817 respondentes.

Os nomes das marcas, empresas e profissionais vencedores em cada categoria serão revelados na festa de entrega do 12º Prêmio Melhores Marcas, que será realizada no dia 31 de maio, no Espaço Vila dos Ipês, em São Paulo.

Prêmio Melhores Marcas
Data: 31/05/2012
Valor do convite: R$ 245,00
Local: Vila dos Ipês - Av. Mofarrej, 1.505 - Vila Nova Leopoldina
Maiores informações: Falar com Michele - (11) 8170-7512 / 9167-8799 / 2338-6947 / 3832-7979 /eventos@agneloeditora.com.br

A seguir, os finalistas, em ordem alfabética:

Acessórios para desktops e notebooks (teclado, mouse, webcam, fone de ouvido, caixas de som e microfones):
MAXPRINT
MULTILASER
SONY

Acessórios para escritório (estiletes, grampeadores e perfuradores):
MAPED
SERTIC
SUMMIT

Adesivos vinílicos para revestimentos:
3M
ADELBRAS
CONTACT

Agendas:
FORONI
FRAMA
TILIBRA

Apontadores:
FABER-CASTELL
MAPED
SUMMIT

Borrachas:
FABER-CASTELL
MERCUR
STAEDTLER

Cadernos:
FORONI
FRAMA
JANDAIA
TILIBRA

Calculadoras:
CASIO
PROCALC
UFFIZI

Caneta esferográfica:
BIC
COMPACTOR
TRIS

Carimbos:
CARBRINK
COLOP
TRODAT

Cartões de Expressão Social:
CARTÕES CRISTINA
GRAFON'S
ZENIR DISARZ

Cartuchos Ink-jet compatíveis:
MASTERPRINT
MAXPRINT
MULTILASER

Cartuchos Ink-jet originais:
CANON
EPSON
HP

Cola em bastão:
FRAMA
PRITT
TRIS

Cola líquida:
BIC
FRAMA
TENAZ

Eletrônicos (MP3, MP4, PMP, MP5, câmera digital, aparelho de DVD):
MULTILASER
SAMSUNG
SONY

Embalagens para presente:
CROMUS
DIPAK
PALONI

Envelopes de papel:
FORONI
IPECOL
SCRITY

Envelopes de polietileno:
ACP
DAC
POLIBRAS

Estojos:
ARTMANUAL
SESTINI
TILIBRA

Etiquetas auto-adesivas para impressoras e múltiplo uso:
IMPRIMAX
MAXPRINT
PIMACO

EVA (Etil Vinil Acetato):
EVARTE
KREATEVA
SELLER

Fichários:
ACP
DAC
TILIBRA

Fitas adesivas:
3M
ADELBRAS
DELFIX

Formulários contínuos:
ALOFORM
DATAPEL
JANDAIA

Giz:
BIG GIZ
CALAC
DELTA

Impressos padronizados:
SÃO DOMINGOS
TAMOIO
TILIBRA

Lápis:
BIC
FABER-CASTELL
STAEDTLER

Lapiseiras:
FABER-CASTELL
PENTEL
TRIS

Materiais para scrapbooking:
ADELBRAS
GRAFON'S
TOKE E CRIE

Mídias digitais (CD e DVDs):
ELGIN
MAXPRINT
MULTILASER

Mochilas:
DERMIWIL
SESTINI
YES

Papéis escolares (cartolina, colorset, dobraduras, seda, vegetal, cartão, etc.):
JANDAIA
RST
VMP

Papéis especiais (fotográficos, glossy paper, transparências):
FILIPERSON
MAXPRINT
PIMACO

Papéis de presente:
CROMUS
GRAFON'S
SÃO DOMINGOS
VMP

Papéis reciclados:
CHAMEX ECO
ECO MILLENNIUM
RECICLATO

Papéis texturizados (vergê, casca-de-ovo, gofrado, metalizados etc.):
CANSON
FILIPERSON
OFFPAPER

Papéis branco e colorido para impressora/copiadora:
CHAMEX
JANDAIA
REPORT

Pasta registradora A-Z:
CHIES
DELLO
FRAMA

Pastas sanfonadas (plásticas e papel):
ACP
DELLO
POLIBRAS

Pastas com aba elástica (polionda, plástica, papelão, etc.):
ALAPLAST
DELLO
FRAMA
POLIBRAS

Pastas com canaleta:
ACP
ALAPLAST
DAC
POLIBRAS

Pastas L:
ACP
ALAPLAST
DAC

Pastas para formulário contínuo:
ACP
DELLO
FRAMA

Pastas com grampo/trilho (plásticas e papel):
ALAPLAST
DELLO
FRAMA

Pastas Catálogo:
ACP
DAC
DELLO

Pastas Suspensas:
DELLO
FRAMA
POLYCART

Pincéis:
ACRILEX
CONDOR
TIGRE

Produtos para organização e arquivo:
ACRIMET
DAC
DELLO

Réguas, esquadros e transferidores:
ACRIMET
TRIS
WALEU

Telas para pintura:
SOUZA
STALO
JAMELLI

Tesouras:
MUNDIAL
TRAMONTINA
TRIS

Distribuidor atacadista:
CLOVIS
KALUNGA
REVAL

Distribuidor de artigos importados:
REVAL
SERTIC
SUMMIT

Distribuidor de equipamentos e suprimentos de informática:
GOLDEN DISTRIBUIDORA
NAGEM
REVAL

Personalidade Fornecedor:
ARMANDO ABAD / ADELBRAS
FRANCISCO ANTÔNIO MAFFEI / FRAMA
HALIM NAGEM / NAGEM
RENATO SOUZA / REVAL
RICARDO BIGNARDI / BIGNARDI

 

Fonte : http://www.lojaspapelaria.com.br/pesquisa

12abr/120

Cadastro de clientes

Veja como montar uma ficha cadastral e quais benefícios ela gera para as relações comerciais da sua loja
*Por Alcides Ortiz

Em meio a toda essa mudança no cenário de oferta e concessão de crédito, a implantação do Cadastro Positivo trouxe uma nova roupagem às relações comerciais entre cliente e fornecedor. Ainda neste cenário é fundamental entender a importância de tratarmos “com carinho” a nossa carteira de compradores e entendê-los para que possamos prever seu comportamento.

Entender as preferências, a sazonalidade, o perfil de consumo, o estágio de vida, entre outras tantas variáveis, será o grande diferencial nas relações comerciais. O cliente gosta de carinho, de ser bem tratado, de receber uma correspondência com seu nome correto, de ter “mimos no atendimento“. Afinal, quem não gosta de sentir-se realmente especial e “notado”?
Por isso, a Ficha Cadastral é o ponto de partida para conhecermos bem quem é nosso cliente. Nela, devem estar contidas as informações que permitirão a correta avaliação do perfil de quem está comprando. Este arquivo deve ser elaborado de maneira objetiva, fazendo com que o preenchimento seja simples e rápido.

Todas as informações devem ter uma utilidade, ou seja, se a informação não vai servir para auxiliar a correta identificação do perfil do cliente, não deve estar na ficha cadastral.

É comum vermos em algumas fichas espaços mínimos para o proponente e/ou avalista preencherem. O que deve ser revisto, já que faz com que estes tenham que abreviar palavras e as reduções nem sempre obedecem regras da língua portuguesa, o que dificulta o entendimento.

Devemos ser o mais claro possível, escolhendo bem os termos que darão nomes aos campos que serão preenchidos. Exemplo: Filiação: Pai/Mãe.

Sempre que um termo utilizado na ficha cadastral possa dar margem a erros de interpretação, devemos substituí-lo por um sinônimo adequado. A clareza e objetividade são fatores primordiais para o entendimento e melhor aproveitamento dos dados.

Nas empresas/instituições que utilizam as "propostas eletrônicas", aqueles sistemas informatizados que registram os dados da ficha cadastral, a ordem de distribuição dos campos na tela do computador deve ser mais próxima possível da ordem apresentada na ficha cadastral em papel, para facilitar o trabalho de digitação. Isto quando os dois tipos de propostas (papel e eletrônica) existirem.

Os benefícios de um cadastro correto são inúmeros, tanto para a empresa que o faz, quanto para o comércio. Veja algumas dicas para ter um bom cadastro:

• Acesso rápido à informação;

• Atualização periódica das informações;

• Geração de novos dados a partir das informações armazenadas no Banco de Dados;

• Armazenar, gerenciar e interagir dados e informações de natureza cadastral;

• Monitoramento da carteira;

• Diagnóstico de limite de crédito;

• Planejamento e gestão de atuação;

• Relacionamento com o cliente.

Afinal, só se pode oferecer algo a quem tem interesse. Por isso, conhecer seu cliente é o primeiro passo para fidelização.

Tenha o Cadastro Positivo como primeiro passo e veja no acesso às informações o caminho das pedras para conhecer quem faz sua empresa.

Alcides Ortiz é executivo da Credify, empresa de tecnologia da informação voltada em soluções ao marketing direto e de relacionamento.

fonte: http://www.lyderis.com.br/dicas-e-negocios/marketing/170-cadastro-de-clientes

10abr/120

Dez atitudes que ajudam voce a se desenvolver profissionalmente

Ter sucesso na profissão é o desejo de todas as pessoas que trabalham. Porém, é comum que uns poucos acabem se destacando mais do que outros, embora na mesma equipe existam pessoas tão ou mais esforçadas, que às vezes se ressentem de não terem o reconhecimento que acreditam merecer. Os altos cargos são para poucos. Para chegar lá, experiência e boa formação são características essenciais, mas não suficientes.

A receita para se tornar um profissional em ascensão leva ingredientes que fazem muita diferença em nossa trajetória quando adicionados ao dia a dia. O UOL Comportamentoconversou com alguns especialistas que apontaram quais são os mandamentos que devem ser seguidos quando se trata de ter êxito na carreira. Confira:

1. Tenha um plano para sua vida profissional
Faça a diferenciação entre o trabalho que desempenha e sua carreira. “Ambos estão conectados, mas pensar na carreira é ir além da empresa em que está”, diz Marcello Cuellar, headhunter e gerente executivo da Michael Page, empresa de consultoria especializada em recrutar profissionais no mercado. No corre-corre para resolver os problemas que pedem solução imediata, é fácil nos esquecermos de nossos propósitos. “Estabeleça aonde você quer chegar com um projeto de ações claro. Depois, coloque-se de maneira tranquila junto à chefia e vá monitorando o retorno dessas conversas com os superiores para ver se seu projeto está caminhando”, orienta Anna Zaharov, que trabalha como coach, ou seja, um treinador para profissionais de vários níveis nas empresas. Anna acrescenta que a carreira do funcionário é responsabilidade dele e não da chefia, que tem muitas outras cobranças para dar atenção. Para Marcelo Cuellar, “as pessoas não fazem planejamento do que desejam em suas profissões e é imprescindível ter um objetivo, nem que no meio do caminho você mude a direção”

2. Imponha-se prazos para conquistas na carreira
Definir o tempo que vai levar para chegar a um determinado ponto na profissão é imprescindível para nos dar o sentido de comprometimento com nosso progresso na carreira. “Esse detalhamento de ações com prazos a serem cumpridos faz toda a diferença. Tenha um projeto bem definido, não só de como quer estar no futuro, mas também de quando quer estar. É um estímulo para priorizarmos esse setor de nossas vidas e nos concentrarmos em um objetivo. Claro que, às vezes, acontecem imprevistos e pode levar mais tempo. Mas deve-se ter uma nova data, de preferência com mês e ano”, conta Anna Zaharov.

3. Cultive uma relação positiva com a chefia
Entre outras atribuições, chefes precisam cobrar, criticar e exigir. E quem quer ter sucesso em uma empresa precisa entender isso e construir uma relação positiva com os superiores. “É importante cultivar a confiança da chefia. Chamo isso de alinhamento: quando as pessoas se unem por um objetivo por meio da contribuição de todas as partes e consenso para se chegar ao melhor resultado", diz Anna Zaharov. A coach diz ainda que também é necessário aprender a pedir o retorno do chefe sobre o desempenho do colaborador e saber aproveitar a avaliação. "Se o retorno vier de forma grossa ou mal educada, o subordinado não deve levar para o lado pessoal e resguardar-se emocionalmente", avisa

4. Evite o papel de vítima
Ver novamente aquela promoção escapar por entre os dedos e ser dada ao colega que nem é tão capaz assim pode mexer com a autoestima de qualquer um. Mas, ainda assim, é melhor evitar o papel de vítima. “Cansei de ouvir coisas como ‘meu chefe não vai com minha cara’ ou ‘essa empresa é uma porcaria’. A vítima não assume as decisões e posturas que toma e sempre coloca a responsabilidade pelas coisas ruins em cima de alguém ou de uma circunstância. Se você percebeu que as situações ruins se repetem e não mudam, quem tem de mudar de alguma forma é você”, conta Anna Zaharov.

5. Perceba quando é hora de mudar de função ou empresa
Se depois de algum tempo, as coisas não caminharem na direção do planejamento feito pelo profissional para sua carreira, talvez seja hora de procurar outro departamento ou função, caso queira permanecer na companhia. Mas para fazer isso, é necessário o respaldo do chefe atual. "Não se ofereça sem antes falar com ele, pois há o risco de se queimar”, diz Anna Zaharov. Outra alternativa é procurar outro emprego no mercado estando colocado. Quem pede demissão e fica em casa perde a autoestima em um mês. Além disso, é preciso ter uma muita energia para fazer entrevistas. "E, hoje em dia, com três meses fora do mercado você está desatualizado”, diz Anna. Em se tratando de mudança de companhia, a melhor hora  é quando estamos felizes. Renato Bagnolesi, sócio da Robert Wong Consultoria Executiva, empresa de recrutamento, explica que é quando estamos bem empregados que nosso poder de barganha é maior. "Você não vai se deixar seduzir por uma oferta qualquer", diz

6. Rede contatos profissionais tem de ser cultivada sempre
Todos sabem da importância de se ter uma boa rede de contatos profissionais para conseguir boa colocação no mercado. Porém, é muito comum descuidar-se dela quando se está em um momento positivo na carreira. Muitos só recorrem a esse instrumento quando estão sem emprego ou querem mudar de empresa rapidamente. “O resultado é que dificilmente se consegue algo de uma relação que não foi construída ao longo do tempo. Isso tem de ser alimentado com trocas de informações constantes e de interesse mútuo”, diz a coach Anna Zaharov.

7. O ambiente deve permitir que seu talento flua naturalmente
De nada adianta o profissional ter muita capacidade e dons, mas trabalhar em uma companhia cujos valores não estão de acordo com os dele. Renato Bagnolesi argumenta que talento depende de contexto, e que o funcionário precisa se sentir encaixado e em concordância com o ambiente da empresa, com capacidade de respeitar sua cultura. Bagnolesi define a cultura da empresa como uma espécie de cola que une todas as pessoas que trabalham ali. "É preciso aderir naturalmente, caso contrário o colaborador será excluído”, diz. O recrutador cita como exemplo o caso de pessoas muito criativas e cheias de iniciativa que entram em empresas muito hierarquizadas, onde é preciso pedir autorização para tudo. "Ele pode virar um funcionário medíocre”, diz. Ele recomenda que as pessoas investiguem para saber o máximo sobre as companhias em que vão trabalhar antes de assinarem o contrato de trabalho.

8. Especialistas devem aprender com generalistas e vice-versa
Essa é uma dúvida comum principalmente de quem sai da faculdade: tornar-se especialista e referência em determinado assunto ou abrir-se ao conhecimento em várias áreas? Segundo a coach Anna Zaharov, o mercado quer pessoas que tenham conhecimento profundo. Assim, é importante ter uma marca registrada, se destacar em algo, cultivar um talento que seja único e isso inclui habilidades pessoais como liderança e jeito de se relacionar com as pessoas. Mas todo profissional precisa ter a visão do todo, do processo no qual está inserido. Aqueles que se especializam em algo, tornam-se referência e se destacam, mas correm mais riscos porque algumas funções desparecem do dia para a noite. Um exemplo são aqueles especialistas que trabalhavam com filmes fotográficos. Oheadhunter Marcelo Cuellar aconselho aos especialistas que conheçam um pouco mais sobre outros assuntos relacionados à área de atuação, e aos generalistas que se aprofundem em algo de que gostem mais. "Ser um pouco dos dois é o melhor hoje em dia”, diz.

9. Mais do que gostar, ame aquilo que faz
A regra número um dos profissionais bem sucedidos pode parecer óbvia. Mas é fato que muitos profissionais não sentem o menor prazer em exercer seu trabalho. Ir para a empresa pode se tornar uma tortura para funcionários de qualquer nível e esse desgosto, em algum momento, vai ser identificado por subordinados e chefia. “A melhor profissão é aquela que você exerceria até de graça", afirma Marcelo Cuellar. Se a pessoa se sentir assim ou, pelo menos, já souber a função que lhe trará esse nível de realização, com certeza vai ser bem-sucedida. "Não importa que você seja um músico, executivo ou artista de circo. Se você gostar muito do que faz, vai ter sucesso”, diz Cuellar

10. Pense bem antes de fazer um curso
Apenas atuar em uma profissão de que se gosta não é o suficiente para transformar alguém em uma estrela na sua área de atuação. Marcelo Cuellar dá como exemplo o bem-sucedido Eike Batista. "É rico e parece que sempre consegue o que quer; mas para chegar lá estudou muito, entende de engenharia, de mineração, morou um bom tempo na Amazônia", analisa. Cuellar quer dizer que para ser o melhor no que se faz, é importante se dedicar”. Portanto, cursos de especialização e de línguas são importantes, mas fique atento à escolha. “Vale mais a pena se tornar fluente na língua do país onde fica a matriz da empresa do que fazer um MBA”, diz Anna Zaharov.

Fonte: http://mulher.uol.com.br/comportamento/noticias/redacao/2012/04/02/conheca-dez-atitudes-que-ajudam-voce-a-se-desenvolver-profissionalmente.htm

9abr/120

Raiva: trabalhando com as emocoes…

Se você está irritado, geralmente é melhor colocar sua raiva sob controle, para que você possa expressá-la estrategicamente, de maneira controlada, permitindo que os outros saibam que você está seriamente preocupado e está motivado a tomar uma ação efetiva. Existem algumas técnicas específicas para controlar a raiva:

  • Use uma dica pessoal que faça você se lembrar de controlar sua raiva: por exemplo, quando a raiva começar a aumentar, pressione seus dedos ou conte até 10, como um sinal para prestar atenção e pisar no freio. Reserve algum tempo para praticar a associação entre sua dica escolhida e o relaxamento como resposta que você deseja, até que o relaxamento se torne um reflexo condicionado. Então, quando você usar sua dica em uma situação difícil, ela vai funcionar em um nível inconsciente para lhe dizer para relaxar.
  • Use a autoconversa para dizer a si mesmo que você precisa controlar sua raiva e manter-se calmo: Repita a você mesmo palavras como "Fique calmo, fique calmo".  Você pode fazer isso, mesmo no auge de uma situação difícil, enquanto está sentindo a raiva surgir.
  • Dê um tempo: assim você pode, serenamente, falar consigo mesmo ou pode esmurrar um travesseiro para extravasar seus sentimentos. Faça o que for necessário para recuperar o controle. Diplomaticamente, peça licença, se necessário, ou adie a discussão com a outra parte até que você se acalme. Então, quando estiver pronto, volte à origem do problema e tente resolvê-lo. Aqui, também, é melhor não tomar nenhuma decisão no calor do momento, quando você está no meio de uma baderna emocional.
  • Encontre alguma coisa positiva que você goste de fazer: Por exemplo, jogar tênis, caminhar ou ir ao cinema. Direcione sua atenção para essa atividade enquanto sua raiva se dissipa. Uma atividade que você aprecie pode ajudar a dissipar esses sentimentos de uma maneira inocente e até produtiva.

Fonte : News Motivacional [nº: 319/2012] Prof. Menegatti

2abr/120

Pontape inicial

Com casa cheia, Gerando Demanda pelo Conhecimento inicia sua programação para 2012

O Gerando Demanda pelo Conhecimento 2012 começou seu ciclo de palestra com o pé direito, no Rio de Janeiro. O primeiro evento do ano lotou, e o local reservado dentro do Windsor Guanabara Hotel, no centro da cidade, ficou pequeno para os, aproximadamente, 150 participantes que compareceram para o turno matinal.

O professor Menegatti iniciou a programação falando de liderança e comportamento para uma platéia de rostos bastante diversos. Juntos, funcionários e empresários, jovens e adultos, mantiveram seus olhos e ouvidos atentos à bem humorada e dinâmica palestra motivacional ministrada pelo professor.
Eduardo Guimarães, diretor de compra da livraria Ciência Moderna, teve a iniciativa de comparecer ao evento. “A proposta do Gerando Demanda é muito boa porque adquirir conhecimento é sempre importante, além de fazer uma reciclagem”, conta. Ele estava animado após assistir a palestra de Menegatti, porém estava esperando outras que abordassem temas mais focados no setor administrativo.
A seguir foi a vez de Fábio Nemer falar. Com uma palestra mais técnica e direta, ele deu dicas sobre estratégias de vendas, indicou como avaliar as reações dos clientes através da linguagem corporal e ensinou o caminho para conquistar a clientela, utilizando sempre de situações reais para exemplificar os assuntos.
No show room, várias parceiras do evento apresentavam seus produtos, inclusive a Multilaser, que apoiou o Gerando Demanda pela primeira vez, neste ano. A participação da empresa parece ter influenciado para que o evento tivesse tão boa aceitação. Rodrigo Torres, vendedor da Entremicos e Flávio Henrique Fortuna, vendedor da Cyber Easy, chegaram ao evento através da indicação de representantes da empresa de artigos de informática.
O evento ainda visita outras sete cidades, apresentando palestras sobre marketing, tecnologia e retenção de talentos. Confira a programação no site: www.gerandodemanda.com.br!

Fonte : http://revistadapapelaria.com.br/mostra_noticia.php?id=90

Mais fotos acesse: http://www.facebook.com/#!/gerando.demanda