BLOG GERANDO DEMANDA
29mai/130

Veja dez perguntas tipicas de um selecionador e saiba como responde-las

 
entrevista-de-empregoA entrevista de emprego pode ser o maior adversário do candidato na hora de buscar uma recolocação. Neste momento, o nervosismo e o receio de não saber o que responder em determinados questionamentos podem confundi-lo e acabar com suas chances no novo emprego.

Segundo Camila Martins, consultora de recursos humanos da Luandre, no momento da entrevista o candidato deve manter a calma e ter confiança, pois “o seu currículo já foi selecionado entre tantos outros e agora é o momento de mostrar ao entrevistador toda sua competência, tanto pessoal quanto profissional”.

Para a consultora, é importante que o candidato saiba que não há uma receita de bolo para uma entrevista de emprego e nem um script para as respostas certas, mas o candidato pode se preparar para responder algumas questões que geralmente são feitas pelos profissionais de RH.

Confira as perguntas:

1 - Me fale um pouco de você (estado civil, filhos, com quem mora, etc) 
Não há resposta melhor do que a verdade. Seja verdadeiro, pois nossas avós já diziam que a mentira tem perna curta.

2 - O que você faz no seu tempo livre? 
Lembre-se que os seus hobbies e ocupações demonstram não só a capacidade de administrar o seu tempo, como também aptidões, preocupações com o seu desenvolvimento pessoal e facilidade no relacionamento interpessoal.

3 - Conte sobre sua evolução profissional. Qual seu foi seu primeiro emprego e qual seu cenário hoje?
É muito importante que você seja muito claro e demonstre toda sua atuação profissional e a forma como o posicionamento desta o torna um candidato de elevado interesse para qualquer empresa. Seja sucinto com as datas e motivos de entrada e saída de cada empresa. Cuidado para não ficar perdido cronologicamente.

4 - Por qual motivo você saiu (ou quer sair) da empresa?
Se você foi demitido, explique de maneira direta e objetiva sem demonstrar nenhum ressentimento ou mágoa com relação aos seus superiores. Caso ainda esteja na empresa, é interessante falar sobre alavancar carreira, desejo de crescimento pessoal e profissional.

5 - O que você não gostava na empresa anterior/atual?
Não se queixe, nem se faça de vítima. Seja positivo em suas colocações mesmo que enfrentasse alguns problemas. Não se esqueça de que nenhuma empresa é perfeita.

6 - Como você lida com as pressões do trabalho?
Inicie sua resposta fornecendo exemplos vivenciados nessa situação. Isso dará consistência à resposta e segurança para o entrevistador enxergar o potencial para ocupar determinada posição.

7 - O que você tem feito atualmente que demonstre sua capacidade de tomar iniciativa?
Comece com uma série de realizações da sua vida profissional. Mostre que você está sempre procurando progredir.

8 - Defina quais são suas maiores qualidades e o que precisa melhorar.
Mencione características geralmente relacionadas com um bom profissional: proatividade, empenho, responsabilidade, entusiasmo, criatividade, persistência, dedicação, iniciativa, e competência. Quanto aos pontos que precisa melhorar, tenha sempre em mente que todos temos “defeitos” e pontuá-los é uma forma de mostrar autocrítica. Não se esqueça de mencionar a vontade ou atitudes para a mudança destes.

9 - Qual seu diferencial e por que você deve ser contratado?
Esta é uma pergunta muito complicada, mas o que se espera é que o profissional saiba "vender" o seu produto. É imprescindível focar nas suas capacidades, valorizar o seu perfil como o mais adequado para aquela função e a forma como poderá trazer benefícios e lucros para a empresa.

10 - Qual é a sua pretensão salarial?
Esta é uma pergunta que normalmente deixa o candidato na defensiva. A sugestão é iniciar a negociação falando de sua última remuneração e dos benefícios oferecidos pela empresa anterior. É interessante questionar o entrevistador sobre a faixa salarial média para a vaga em questão e quais são os benefícios oferecidos pela companhia.

Dicas

dicas entevista empregi

Camila Martins ainda lista algumas dicas importantes sobre como se comportar antes e durante a entrevista com o selecionador:

- Cuide de sua aparência e apresentação;
- Leve um currículo impresso e atualizado;
- Seja pontual;
- Evite fumar minutos antes ou iniciar a entrevista mastigando chiclete ou bala;
- Mantenha-se calmo, confie em você e demonstre toda sua capacidade com segurança;
- Fale com clareza e tome cuidado para não contar piadas ou usar gírias;
- Pergunte, demonstre interesse na proposta;
- Não fale mal da empresa anterior, bem como de colegas e chefias.

Danilo Schramm
Em São Paulo
Fonte : http://noticias.uol.com.br/empregos/ultimas-noticias/2010/07/28/veja-dez-perguntas-tipicas-de-um-selecionador-e-saiba-como-responde-las.jhtm
27mai/130

A Critica…

critica

Convidado a falar sobre a crítica, o conferencista compareceu ante o auditório superlotado, levando entre os braços um pequeno embrulho. Após cumprimentar os presentes, pôs sobre uma toalha branca uns livros, uma.

Em silêncio, acendeu poderosa lâmpada, enfeitou a mesa com dezenas de  pérolas, algumas flores. Em seguida, situou na mesa um exemplar da Bíblia Sagrada em capa dourada. Depois, com o assombro de todos, colocou uma aranha num frasco de vidro. Só então comandou a palavra, perguntando:

- O que vocês veem?
As vozes discordantes gritavam:

  • Um bicho!
  • Uma aranha horrível!
  • Algo peludo e nojento!

Esgotados breves momentos de expectação, o pregador considerou: assim é o espírito da crítica destrutiva. Vocês não enxergaram forro de seda, nem as flores, nem as pérolas, nem os ensinamentos da Bíblia, nem a luz faiscante. Viram somente a pequena aranha.

 

Fonte : Prof. Menegatti - newslleter motivacional 375/2013 - www.menegatti.srv.br

24mai/130

5 entre 10 brasileiros usam redes sociais na hora da compra

redes sociais e compras

Há muito vem se falando sobre o poder das redes sociais na vida das pessoas, tanto no âmbito de relacionamento, como no campo profissional (social media) e até na hora das compras. Estudam mostram que 72% da população leva em consideração a opinião de amigos e familiares na hora de realizar suas compras, o que abriu as portas para o social commerce.

Redes Sociais no hábito de consumo dos brasileiros

Nós, brasileiros, adoramos nos comunicar, compartilhar nossas opiniões, interagir e, por isso, as redes sociais obtiveram um enorme sucesso no país: primeiro veio o Orkut, posteriormente o MySpace (que não se popularizou muito no país), o Twitter, o Facebook e mais algumas centenas de redes e mídias sociais em diversas categorias como YouTube, Delicious e Flickr.

Diante desse boom da Internet, das redes sociais e dos sites de compra coletiva, a empresa de mercado Oh!Panel realizou uma pesquisa encomendada pelo site de compra e venda, Mercado Livre, e divulgada pelo site da revista Veja com 679 brasileiros e 579 cidadãos da Argentina, Chile, Colômbia, Equador e Peru, entre abril e maio de 2011.

Segundo a pesquisa, mais da metade do brasileiros presentes nas redes sociais já as usam para adquirir produtos e serviços, tornando-se um hábito entre os brasileiros (56%) enquanto os demais países pesquisados 49,4%. Além disso,seis em cada dez usuários de Internet no Brasil realizam pesquisas sobre produtos ou serviços em sites como o Twitter, taxa também superior à registrada em outras nações que é de 58,9%.

Recomendações de amigos nas redes sociais pesa mais que a opinião de especialistas e vendedores

Dos entrevistados de todos os países 72,8% dizem confiar mais na recomendação de amigos nas redes sociais do que na opinião de um especialista na hora de comprar produtos e serviços. Além das três plataformas mais populares no Brasil – Orkut, Twitter e Facebook -, a sondagem considerou os serviços LinkedIn, Sonico, Hi5 e MySpace.

A pesquisa mostrou ainda que mais de 40% dos brasileiros entrevistados acompanham a atuação de suas marcas favoritas nas redes. Eles apresentam duas razões para isso: conhecer novos produtos (81%) e encontrar novas ofertas (75,6%).

Infográfico sobre a influência das redes sociais na decisão da compra

Infografico-sobre-a-influencia-das-redes-sociais-na-decisao-da-compra

 

Fonte: Agência RS

Autor: Estratégia Digital

Agência com 6 anos de atuação, pioneira na região de Ribeirão Preto em atuar com as atividades de Marketing Digital.

23mai/130

Como ter sucesso profissional com as leis de Newton

lei de newton

Sair da caixa e ir alem da propria area de atuacao e o que diferencia um grande talento hoje em dia. Saber analisar as movimentacoes de inovacoes e tirar proveito disso e muito importante para todo profissional.

Um exemplo de visão foi Isaac Newton, físico e matemático inglês, mas também astrônomo, alquimista, filósofo natural e teólogo – talvez seja mais conhecido pela história da maçã que ao cair de uma árvore sobre sua cabeça serviu de insight para a lei da gravitação universal.

“O que alguns podem não saber é que Newton foi revolucionário em vários sentidos porque ousou ir além dos padrões de conhecimento da época, pois dedicou muitos dos esforços aos estudos da alquimia, o que era proibido naqueles tempos”, explica Maristela Guimarães André, consultora do Instituto KVT – Desenvolvimento da Consciência Empresarial.

Sem dúvida, a ousadia de Newton, inclusive com ligações com a sociedade secreta rosa-cruz, fraternidade que ficou publicamente conhecida no século XVII através de três manifestos e insere-se na tradição esotérica ocidental, nos mostra o profundo caráter investigativo e criativo de seus trabalhos, e é fato que suas três leis sobre o movimento, princípio da inércia, a lei da força e o princípio da ação e reação, mudaram a ciência, mas também conseguiram o efeito notável de se popularizarem influenciando a sabedoria popular, nos ensinando princípios de comportamentos muito úteis.

Movimente-se!

A sua primeira lei diz: “Todo corpo continua em seu estado de repouso ou de movimento uniforme em uma linha reta, a menos que seja forçado a mudar aquele estado por forças imprimidas sobre ele.” Ou seja, quem nunca ouviu algo parecido com: “quem fica parado é poste?”.

Da mesma maneira, se você quer que algo aconteça na sua vida, seja para impulsionar sua carreira, para alcançar suas metas e objetivos, para, como se diz, “dar um up” em tudo que faz, sabe que precisa fazer o seu movimento, direcionar sua força para o foco almejado e assim sair da inércia e imprimir sua capacidade e seu talento naquilo que faz. O que só irá confirmar a segunda lei que diz: “A mudança de movimento é proporcional à força motora imprimida, e é produzida na direção da linha reta na qual aquela força é impressa”.

Ainda segundo a consultora, em outras palavras, o retorno de seus esforços virá na medida do seu empenho, dedicação e comprometimento com o objetivo a serem alcançados, tanto pessoais quanto profissionais, porque as leis de Newton são universais, isto é, se aplicam às particularidades e ao todo da natureza, inclusive, a natureza humana.

O que nos leva, à terceira lei que diz: “A toda ação há sempre oposta uma reação igual, ou, as ações mútuas de dois corpos um sobre o outro são sempre iguais e dirigidas a partes opostas”.

Ou seja, tudo aquilo que nasce com sinceridade de propósitos, com objetivos claros e verdadeiros, não só atrai oportunidades e pessoas compatíveis, como também enriquece o campo das relações e dos aprendizados, porque cada pessoa é única, e para cada uma, há aquelas que são afins e aquelas com quem temos que aprender a conviver”, conclui Maristela.

Fonte: Como ter sucesso profissional com as leis de Newton | Portal Carreira & Sucesso

6mai/130

Consultoria lista habitos que mais irritam os chefes no escritorio

bons habitos no trabalho

Você se atrasa para reuniões e não resiste a participar da última fofoca do escritório? Então saiba que você pode estar deixando muitos chefes irritados.
Pelo menos é isso o que constatou uma consultoria britânica, que entrevistou 2 mil gerentes na Grã-Bretanha para identificar os hábitos mais irritantes no local de trabalho.
Segundo o Institute of Leadership & Management (ILM), as práticas que mais incomodam são:
- Chegar atrasado em reuniões (citado por 65% dos gerentes)

- Deixar pratos e outros recipientes sujos sobre a mesa após o almoço (63%)

- Fofocar sobre os colegas (60%)

- Discutir abertamente assuntos confidenciais da empresa (54%)

- Mandar um e-mail para alguém sentado bem na sua frente (56%)

- Deixar o celular tocar alto (42%)

- Fazer muitos intervalos para fumar (39%)

- Ir trabalhar doente, em vez de ficar em casa (34%)

- Levar os filhos pequenos ao trabalho (27%)
O mau uso dos e-mails está entre os hábitos mais irritantes no escritório, diz o levantamento - segundo o qual 57% dos entrevistados odeiam aquelas mensagens coletivas, enviadas para todo o escritório.
"Pense nas melhores formas de se comunicar", sugere o relatório do ILM. "E-mails muitas vezes são impessoais e pouco claros. Às vezes, a interação cara a cara ou o bom e velho telefonema podem ser mais apropriados."

Roupas impróprias e jargão

fora-da-caixa

Roupas inadequadas e o uso excessivo de jargão também prejudicam o ambiente de trabalho, aponta a pesquisa britânica.

Quase um em cada quatro entrevistados se queixou do fato de colegas exagerarem no emprego de termos como "pensar fora da caixa" e "vamos manter contato", entre outras expressões típicas do universo dos escritórios.

"Muitas vezes essas expressões são vagas e imprecisas", queixou-se um trabalhador britânico entrevistado pela BBC.

Para o ILM, o uso excessivo de jargão "aliena as pessoas e nem sempre é a melhor forma de se comunicar".

No que diz respeito ao vestuário, 27% dos gerentes entrevistados disseram terem sido forçados a dar bronca em seus funcionários que usaram, por exemplo, roupas muito ousadas ou sandálias muito informais.

 

Pequenas mudanças

pequenas mudanças

Essas pequenas irritações no ambiente profissional podem prejudicar o rendimento, mas soluções simples fazem grande diferença, de acordo com a pesquisa.

O hábito de levar um bolo para os colegas aniversariantes ou preparar-lhes chá e café melhora a convivência para praticamente a maioria dos entrevistados.

 "A pesquisa mostra que gestos simples significam muito no escritório, como ouvir um 'obrigado' após realizar uma tarefa e dar-se ao trabalho de dizer 'oi' e 'tchau' aos colegas", diz o ILM.

Fonte : http://noticias.uol.com.br/empregos/ultimas-noticias/bbc/2013/05/03/consultoria-lista-habitos-que-mais-irritam-os-chefes-no-escritorio.jhtm

2mai/130

5 alternativas para nao depender do Skype

Preparamos uma lista de programas e serviços que permitem ao usuário conversar com seus contatos do MSN sem migrar para o Skype

skype

Microsoft começa nesta terça-feira, 30, a pedir que os usuários brasileiros do Messenger baixem o Skype para realizar a migração dos contatos. Anunciada no começo do ano, a aposentadoria do MSN já aconteceu em outros países e chega agora ao Brasil.

No entanto, aqueles que não quiserem fazer a mudança, seja por não se acostumarem com uma nova interface, seja por simplesmente não gostarem do Skype, têm opções similares.

Olhar Digital listou abaixo cinco alternativas aos que não quiserem se render ao Skype. Encontramos mensageiros de diversos tipos, com interfaces diversificadas, incluindo um clone do MSN e outros softwares que aceitam vários protocolos de mensagens instantâneas. Também há opções que não requerem instalação no computador.

Confira as sugestões:

aMSN - Trata-se de uma das melhores alternativas para quem não consegue se livrar da interface do Messenger, embora traga uma versão mais simplificada. O software, de código aberto, foi idealizado para ser um clone do MSN, criado para os órfãos do programa no Linux, mas que foi levado também para outras plataformas como o Windows.

Trillian - Uma alternativa elegante ao Messenger, que aceita muitos outros serviços de bate-papo além do protocolo da Microsoft. Um diferencial deste software é a possibilidade de integrar também as redes sociais, com acesso ao Facebook, Twitter, LinkedIn e Foursquare.

Nimbuzz - Também é um mensageiro multiprotocolo. Entretanto, é um pouco mais simples e ainda possui também a opção de acessar suas contas por meio da web, sem necessidade de instalação.

eBuddy - É um dos serviços mais populares de mensagens instantâneas multiprotocolo na web, contando com suporte não só ao MSN, mas ao Gtalk, ao Facebook Chat, além de outros serviços de menor escalão.

Outlook.com - Seria uma alternativa mais 'oficial' da Microsoft para não precisar acessar o Skype. O serviço de webmail da empresa oferece ferramenta de mensagens instantâneas com os contatos do MSN, embora não seja o serviço mais eficiente.

fonte : http://olhardigital.uol.com.br/produtos/digital_news/noticias/5-alternativas-para-nao-depender-do-skype