BLOG GERANDO DEMANDA
29out/130

Uma grande licao sobre vendas e negocios

Uma grande lição que Roberto Justus dá  sobre vendas na Final do Aprendiz 6 - Universitário.

Categorias: Vendas Sem Comentários
28out/131

Sabe dizer “nao” a um cliente?

nao

Quando estamos na fase final de uma negociação, por vezes existe a necessidade de dizer “não”.

O problema é como fazê-lo sem deitar abaixo a negociação.

Ambas as partes querem tirar o melhor que conseguirem do negócio.

Muitas vezes a negociação foca-se no preço, mas muitas vezes existem outras condicionantes que podem ser negociadas, tais como condições contratuais, datas de entrega, opções de produto ou serviço, etc.

Muito dos nossos clientes são excelentes negociadores.

E se não estamos com atenção, totalmente focados em todos os detalhes da negociação, somos muitas vezes “comidos”.

Por vezes é necessário dizer que não a algo que o nosso cliente pede.

A forma mais simples que existe para o fazer é “não” o fazer de imediato.

Ou seja, em vez de avançar logo com um “não”, devemos em primeiro lugar colocar questões para entender a verdadeira necessidade do cliente.

Por que razão necessita, de fato, do que está a pedir.

Alguns dos pedidos que nos aparecem resultam de necessidades reais.

Necessidades reais representam valor real (dinheiro) para o nosso cliente.

Outras representam apenas estratégias para conseguirem uma melhor posição negocial ou simplesmente para manterem a negociação em movimento.

Quando de facto entendemos o valor real do que nos estão a pedir, podemos muito mais facilmente decidir qual a estratégia que iremos utilizar.

Por isso, questões como:

“Senhor Cliente, é de facto uma questão importante, mas já agora ajude-me a entender por que é que é tão importante para a sua empresa.”

“De que modo é que isso o ajudaria…?”

são preciosas para compreender a estratégia do cliente e até por vezes desarmar a verdadeira intenção dele.

Quando compreendemos melhor a verdadeira necessidade do cliente, conseguimos dizer que “não” de uma forma muito mais suave e diplomática.

A chave para uma negociação eficaz baseia-se em:

  • Ouvir até ao fim antes de responder
  • Calma, não ceder a pressões
  • Paciência, saber que o jogo demora tempo a ser jogado
  • Validar todas as questões e a percepção das mesmas por ambas as partes
  • Ter e seguir uma estratégia
  • Tudo isto representa o cerne de um negociador de topo.

Um negociador de topo sabe que cada venda é uma negociação sem fim.

Por vezes começamos a negociar desde o primeiro contacto com o nosso cliente.

Mesmo que nós não estejamos cientes desse facto.

ESTA SEMANA, ANTES DE RESPONDER “NÃO”, PARE, RESPIRE FUNDO E ENTENDA AS VERDADEIRAS RAZÕES DO SEU CLIENTE NA NEGOCIAÇÃO.

Fonte : http://www.ideiasedesafios.com/negociacao-negociar-sabe-dizer-um-cliente/

Categorias: Vendas 1 Comentário
21out/130

6 dicas de como agir no happy hour

happy-hour1

Quase um hábito religioso para muitos, o happy hour pós-expediente é o momento de descontração e relaxamento depois de um dia ou semana longa de trabalho. Geralmente feito em barzinhos, este encontro entre profissionais conta com elementos como bate-papo informal, boas risadas e algumas fofocas.

Mas, você sabe como agir corretamente no HH? Essa também pode ser uma situação de muita avaliação e julgamento por parte dos colegas, e para apresentar o modo correto de se postar, levantamos algumas dicas de Marcele Goes, consultora de imagem pessoal e corporativa da Estilo Sob Medida e membro da AICI (Associação Internacional de Consultoria de Imagem), e Ligia Marques, consultora de etiqueta e marketing pessoal .

1-Cuidado com sua imagem
Sempre que expomos nosso lado pessoal, nos arriscamos mais a sermos julgados. Por mais que o clima seja de descontração, não exponha uma intimidade que vá além da relação profissional, a não ser que tenha uma maior familiaridade com todos da mesa.

2-Não exagere na bebida
As pessoas não fazem separação entre momento de trabalho e de descontração quando avaliam o comportamento de um colega de empresa. Portanto, não abuse do álcool, o que também evita um provável comportamento e/ou gestual mais exagerado.

3-Evite fofocas
O happy hour é um momento informal, mas as pessoas envolvidas são as mesmas do trabalho. Não é legal falar mal de colegas pelas costas só porque está fora do ambiente corporativo, além de passar a imagem de uma pessoa falsa.

4-Organize a conta
A hora de pagar a conta também pode virar um problema, pois geralmente a divisão dos gastos nunca fica igual para todos. O indicado é fazer um acordo entre todos logo que chegam ao estabelecimento.

5-Estreite os relacionamentos
Profissionais que passam uma imagem muito séria podem se revelar descontraídos em um ambiente mais casual. O HH auxilia também no desenvolvimento do trabalho, pois podemos descobrir habilidades em colegas que nunca saberíamos na empresa, e que podem ajudar nas atividades do dia a dia.

6-Participe, mesmo que esporadicamente
Muita gente não gosta de participar ou tem compromissos que as impedem, mas, de vez em quando, se puder fazer um esforço em ir, será vantajoso. De qualquer forma, se não houver esta possibilidade, deixe claro aos colegas que não vai, pois tem motivos de força maior para se ausentar.

Fonte: 6 dicas de como agir no happy hour | Portal Carreira & Sucesso

18out/131

Dicas para se destacar no trabalho e ser promovido

como-se-destacar

Especialista em liderança indica alguns passos que contribuem para o sucesso profissional

Ter vontade de construir uma carreira de sucesso não basta para que isso realmente aconteça. De acordo com o especialista em liderança, desenvolvimento humano e performance organizacional Alexandre Prates, a oportunidade aparece para os que têm vontade de crescer na profissão, capacidade para aprender e o mínimo de recursos para executar as principais tarefas.

A principal dica é: vá além! “Independentemente se você tem dúvida se a empresa irá valorizá-lo, se será promovido ou se deseja construir carreira nessa organização, vá além. Faça isso por você, pela sua carreira, pelo seu futuro e acredite: mais cedo ou mais tarde, será valorizado por isso”, afirma.

Como ser promovido

1 – Entregue resultados

“É o resultado que destaca um profissional. E se a empresa lhe contratou é porque algum resultado ela espera de você. Pergunte sobre isso, tenha clareza sobre o que precisa entregar e, principalmente, descubra uma forma de medir a sua conquista. É preciso ter claro o que as pessoas estão ganhando com o seu trabalho”.

2 – Cuide da sua reputação

“Sua imagem é seu maior patrimônio, por isso não permita que comportamentos negativos, por menores que possam parecer, sujem a sua imagem. Chegar atrasado, fazer fofoca, descuidar da aparência, exagerar nas brincadeiras, demonstrar apatia e descaso com o trabalho podem prejudicar a sua reputação e isso se tornará uma barreira para o seu crescimento na empresa. Seja uma pessoa comprometida, ética e, principalmente, cumpra o que prometer. Dia após dia, você criará uma imagem forte e valorizada por todos”.

3 – Aprenda sempre

“Jamais desperdice a oportunidade de participar de uma palestra, treinamento ou qualquer ação promovida pela empresa. Um profissional que demonstra interesse e desejo de desenvolver-se também manifesta uma grande vontade de evoluir. As pessoas sempre valorizarão quem tem sede pelo conhecimento”.

4 – Invista nos relacionamentos

“Ninguém chega a lugar algum isoladamente, é preciso construir laços verdadeiros de companheirismo na empresa para ter pessoas que apoiem seu crescimento e torçam por você.  Quando você contribui com o time, faz por merecer a confiança dos outros e apoia o crescimento dos demais. Quando chegar a sua vez, as pessoas retribuirão”.

5 – Seja a solução

“Os funcionários mais valorizados dentro de uma empresa são aqueles que, diante de uma situação difícil, assumem a responsabilidade, agem pró-ativamente e fazem o que for preciso para resolver os problemas. Jamais considere um problema uma ‘dor de cabeça’, mas sim uma grande oportunidade de mostrar quem você é, o quanto está preparado e aonde quer chegar”.

Fonte : http://www.itodas.com.br/carreira/dicas-para-se-destacar-no-trabalho-e-ser-promovido/

17out/130

Horario de verao comeca no proximo domingo

Relogio deve ser adiantado em uma hora.
Mudanca vale para dez estados e para o Distrito Federal.

O horário de verão começa no próximo domingo (20) nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste do país. Com isso, à meia-noite do sábado (19) para o domingo, os relógios devem ser adiantados em uma hora. A mudança no horário vai até o dia 16 de fevereiro de 2014.

Os dez estados afetados são Rio Grande do SulSanta CatarinaParanáSão PauloMinas GeraisRio de JaneiroEspírito SantoMato GrossoMato Grosso do Sul e Goiás, além doDistrito Federal.

Norte e Nordeste não participam do horário de verão. Tocantins e Bahia, que aderiram ao horário em anos anteriores, também ficarão de fora da mudança.

Economia de energia
O objetivo do horário de verão é aproveitar os dias mais longos, com mais tempo de iluminação solar, para diminuir o consumo de energia elétrica no horário de pico, que vai das 18h às 21h. A redução durante a mudança deve ser de cerca de 5% nos estados participantes.

 

horarioverao

 

Fonte : http://g1.globo.com/brasil/noticia/2013/10/horario-de-verao-comeca-no-proximo-domingo20.html

16out/130

VOCE GOSTA DE FRUTAS?

homem-banana
Nos últimos tempos, as frutas foram muito utilizadas para ilustrarem o famoso perfil de determinadas mulheres-objeto. Por exemplo, Mulher-Melancia, Mulher-Morando, melão etc...

Mas para que sejamos justos, não podemos deixar de mencionar que há também um tipo de homem-fruta muito comum nos dias de hoje: o HOMEM-BANANA.

O Homem-Banana é aquele que tem uma imensa dificuldade de dizer "não", negocia os seus valores toda vez que alguém ameaça a ficar desapontado perto dele e por isso é facilmente manipulado por colegas de trabalho, chefe, mulher e filhos.

O Homem-Banana dificilmente consegue ser autêntico e quando confrontado, treme, gagueja, vomita, baba e tem a tendência de mentir, por não ter a coragem de enfrentar a realidade, assumindo os seus erros. Ele tem sempre uma desculpa na ponta de língua ou se a coisa aperta, logo tenta arrumar um culpado para os seus fracassos.

Numa sociedade com tantas frutas, minha aposta é em homens e mulheres que não negociam os seus valores independentemente das circunstâncias. Pessoas que fazem parte de uma nova geração: uma Geração de Valor.

Fonte : https://www.facebook.com/CanalGeracaodeValor

15out/130

A importancia da mobilidade para os vendedores

vendedor a mobilidade

Sabemos que a principal ferramenta na vida de um vendedor é a boa comunicação. Ele deve saber o que dizer, ser objetivo, ter técnica ao falar dos benefícios gerais para atrair atenção e despertar o interesse do seu cliente. No entanto, estes profissionais têm hoje disponível um recurso a mais: a mobilidade tecnológica.

Para quem atua na área de vendas, as facilidades chegam através da possibilidade de oferecer um atendimento de qualidade e um maior acompanhamento para os seus clientes.

“Para um vendedor que atende presencialmente, por exemplo, a mobilidade (e-mail, intranet, celular e telefone) pode corresponder em até 40% de toda a gestão do atendimento, desde a etapa da prospecção até o fechamento do negócio. Entretanto, é importante ressaltar que os outros 60% do atendimento ainda correspondem ao formato presencial. Portanto, a tecnologia deve ser utilizada de forma consciente e estratégica, sem que se deposite tanto nela. Isto pode muitas vezes ser um ‘tiro no pé’ do vendedor que erra na administração sobre estas etapas de negociação” revela o colunista do Carreira & Sucesso e especialista em técnicas de venda, Daniel Lascani.

Já para um vendedor que tenha como base o e-Commerce, a tecnologia pode prevalecer como grande parte do processo, com uma percentagem mais significativa nesta cadeia.

Benefícios da acessibilidade

Para Marcelo Ortega, consultor de resultados de vendas e produtividade de equipes comerciais, um bom vendedor precisa manter-se informado sobre quais são as preferências da sua clientela. “Uma maneira de fazer isso é pesquisando as suas perguntas e dúvidas; elas podem revelar suas maiores necessidades, e aí entra o auxílio da internet e o contato direto nas redes. Porém, ao mesmo tempo, é preciso tomar cuidado ao responder o que é questionado. O jeito que o vendedor responde mostra ao cliente o quanto ele entende daquilo que vende. Quem não domina o assunto, não sabe formular questões sobre tal”, acrescenta Ortega.

Neste sentido, os smartphones, tablets, GPS, etc. oferecem uma infinidade de recursos mobile para aqueles que prestam serviços externos ou até mesmo para os vendedores que trabalham nas empresas, que permitem o acompanhamento do cliente em tempo real e a comunicação com o mesmo, além de aprimorar seus conhecimentos sobre produtos e novidades da área.

“As redes sociais, por exemplo, têm se mostrado um ótimo canal de vendas, de divulgação e até de novos negócios. Mas é importante também que sejam trabalhadas com planejamento e moderação, e trazendo a mesma unidade ideológica que é promovida nos demais canais (e-mail, telefone). Sabendo administrar o uso da acessibilidade de forma saudável e pertinente ao seu produto, a garantia é de muito sucesso”, afirma Daniel Lascani.

Dicas dos especialistas

Para os vendedores que preferem o Home Office, é fundamental ter presença em todos os meios de comunicação web e mobile. Confira 3 dicas para manusear de forma correta esses recursos:

1. Emails devem ser respondidos com critério de importância e prioridades. Ler e-mails o dia todo impede que você faça uso de seu tempo com o que realmente importa, contatos de venda e prospecção, de fato.

2. Redes sociais são as ferramentas de marketing e vendas do momento. Você pode alavancar vendas se tiver a estratégia certa. A sugestão é contratar uma consultoria para desenhar estratégia e apresentação certas, bem como, o que deve ser feito ou não no facebook, twitter e demais. “Cuidado com exposição de imagem pessoal, afinal o cliente pode ver quem você realmente é nos finais de semana, digo isso porque nossa vida pessoal não interessa na venda”, alerta Marcelo Ortega.

3. O celular é muito pessoal, cuidado! Se o cliente não te autorizou a ligar para oferecer algum produto, não o faça, isso pode denegrir sua imagem. Use o seu celular como vendedor para receber ligações de possíveis dúvidas, acessar a internet, comunidades sociais, ler emails e utilizar o GPS para chegar mais rápido no cliente.

Fonte: A importância da mobilidade para os vendedores | Portal Carreira & Sucesso

7out/130

Comercio sofre com paralisacao dos bancos e pede acordo entre trabalhadores e empresarios

Varejistas temem que a greve se prolongue até o 5º dia útil do mês. Caso isso ocorra, as perdas para o setor podem chegar até 30% no período

greve-bb1
Redação Lyderis

Lideranças da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) se reuniram na manhã desta quinta-feira (2/10), em Brasília (DF), para encaminhar um ofício à Federação Brasileira de Bancos (Febraban), pedindo um acordo imediato entre bancários e empresários.

A medida é uma forma de evitar que a greve se prolongue até o quinto dia útil do mês, período em que a maioria das empresas executam suas folhas de pagamento. “É neste exato momento, em que milhões de consumidores recorrem aos bancos para sacar dinheiro, pagar boletos e compensar cheques. É um dos maiores momentos para o consumo interno. Se a greve se prolongar e alcançar o quinto dia útil do mês, o comércio pode sofrer perdas na ordem de 30% no período”, disse.

De acordo a CNDL, que reúne mais de 1,2 milhão de pontos de venda em todo o país, a greve dos bancários vem prejudicando não só o comércio, mas toda a economia brasileira, que atualmente se encontra em uma situação delicada e precisa de estímulos para retomar o crescimento.

Em nota enviada à Febraban, a CNDL afirma que o direito de greve é legítimo, mas não pode deixar de prestar os serviços básicos e essenciais à população. “As micro e pequenas empresas já enfrentam dificuldades diárias por conta da carga tributária excessiva e pela pesada folha de pagamento e não podem ficar reféns desta paralisação”, disse Pellizzaro Junior.

Fonte : http://www.lyderis.com.br/dicas-e-negocios-hidden/credito-e-financas/2492-comercio-sofre-com-paralisacao-dos-bancos-e-pede-acordo-entre-trabalhadores-e-empresarios

2out/130

Como incentivar o pensamento inovador em jovens e criancas

Especialista Lourenço Bustani afirma que a infância é o momento ideal para o contato com a arte em suas mais variadas formas

criancas e tecnologia

Editado por Camila Lam

Como incentivar o pensamento inovador em jovens e crianças
Respondido por Lourenço Bustani, especialista em inovação

Na infância e na juventude desenvolvemos alguns dos mais importantes valores que carregaremos pela vida, como a visão de mundo, a ética e o caráter. Mais que isso, moldamos nossos sonhos, liberdades e referências, bases essenciais para formar game changers dispostos a ir além e mudar seu entorno, o mercado e o mundo.

1. Além da escola
O modelo de ensino que vigorou por séculos, do professor como luz e do aluno como escuridão, encontra-se hoje em seu ponto de virada. A mentoria e o “aprender fazendo” passam a ser a busca primordial em um mundo em beta que valoriza a experiência e a transformação. Enquanto essa mudança ainda engatinha, tudo que está além da escola ajuda a arejar a mente.

2. Além do Brasil
Na mesma linha, a exposição à diversidade cultural e a outros modos de viver e enxergar o mundo contribuem e muito para fazer brotar a semente da inovação.

Afinal, inovar é sentir, identificar lacunas, comportamentos, contrapor ingredientes, opostos, e nada melhor que ter um olhar aguçado e sem preconceito para ver o todo com a devida clareza.

3. Além do concreto
Desde muito cedo somos tentados a entender o mundo de forma lógica e cartesiana. Causa e efeito formam o discurso predominante que nos educará para que entendamos a objetividade e a concretude das coisas. Nada mal, porém a criatividade está na abstração.

A infância é o momento ideal para o contato com a arte em suas mais variadas formas, expondo a imaginação à beleza do improvável e ao estímulo do improviso.

 

Lourenço Bustani é especialista em inovação e sócio-fundador da MandalahEnvie suas dúvidas com a palavra inovação no assunto da mensagem paraexamecanalpme@abril.com.br
fonte : http://exame.abril.com.br/pme/dicas-de-especialista/noticias/como-incentivar-o-pensamento-inovador-em-jovens-e-criancas