BLOG GERANDO DEMANDA
2jul/140

Os erros e acertos na exposicao de produtos no ponto de venda

Como usar a sinalização, showroom, gôndolas e espaços da loja para vender mais

fot_esc23_637

Redação Lyderis

A falta de produtos na gôndola, a comunicação equivocada, a ausência de sinalização clara e adequada e, até mesmo, alterações na navegação da loja são alguns dos fatores que podem afetar negativamente as vendas de uma loja. A decisão de compra do consumidor é extremamente influenciada por estes fatores visuais. Do ponto de vista estratégico, um ponto de venda bem organizado, pensado no mapa mental do consumidor, pode aumentar suas vendas em até 20%, garantem especialistas.

Para ajudar os pequenos empresários a identificar os erros de suas lojas, o Sebrae desenvolveu um passo a passo da exposição correta dos produtos. Confira:

Showroom
Fazer um rodízio entre os produtos pode ser uma saída para atrair o consumidor com novidades. A ideia é arrumar a loja como um showroom e os produtos virem do estoque, mas cuidado: se o vendedor dor tiver de ir ao estoque buscar tudo o que vender, pode perder negócios. Recorrer a um estoquista sai mais barato.

Autosserviço
O autosserviço é uma forma de deixar o consumidor à vontade para um contato mais íntimo com os produtos, escolhendo o que mais lhe agradar.

Organize todos os preços 
Organize todos os preços mantendo-os do mesmo lado em todas as mercadorias para neutralizar sua interferência.

Altura diferenciada
Produtos em alturas diferenciadas dão sempre uma sensação de ritmo e movimento.

Iluminação
Cuide da iluminação, criando um ambiente agradável e acolhedor dentro da loja. 

A organização e exposição dos produtos merecem toda a atenção 
A área de exposição dos produtos à venda e de circulação de clientes deve ser bem iluminada e com decoração leve. Os produtos devem ser expostos em gôndolas, vitrines ou em balcões transparentes e devem ter boa visibilidade.

Organize o fluxo
O percurso do cliente na loja pode ser previamente delineado para que não haja conflitos entre a movimentação deles e dos funcionários. O consumidor tende a se deslocar para a direita, no sentido anti-horário. Assim, é preciso dispor os produtos em uma sequencia bem programada, que garanta a circulação por todo o espaço. 

Fundo da Loja
Para evitar que o fundo da loja se torne uma “zona morta”, por exemplo, pode-se utilizar essa região para expor produtos em oferta ou montar uma mesa de degustação. Coloque produtos essenciais mais ao fundo, isso faz com que o público percorra toda a loja.

Sinalização
A boa sinalização contribui para orientar a circulação. Ela pode ser feita com cartazes e setas. 

Posicionamento de prateleiras e gôndolas
Para que o cliente as enxergue de qualquer ponto, o ideal é que prateleiras e e gôndolas posicionadas na área central não ultrapassem 1,50 m. O uso de materiais e cores diferentes e de iluminação constituem outras formas de sinalização.

Promoções
Os artigos em promoção devem ser colocados separadamente dos demais para que os clientes possam percebê-los com maior facilidade. Mantenha sempre na entrada da loja alguns itens em oferta a fim de atrair seus clientes. CUIDADO: para não atrapalhar a movimentação na porta da loja.

Outros detalhes

a) No balcão de atendimento, os clientes farão seus pedidos e serão atendidos. Eventualmente você também poderá expor no balcão artigos e acessórios diferenciados, como os itens mais valiosos para presente;

b) A embalagem e a entrega dos produtos adquiridos poderão ficar em área separada do balcão de atendimento, mas deve estar próxima ao caixa;

c) A área do caixa deve ser destinada apenas ao recebimento do valor das vendas e ao processamento dos pedidos.

fonte : http://www.lyderis.com.br/dicas-e-negocios-hidden/marketing/3228-os-erros-e-acertos-na-exposicao-de-produtos-no-ponto-de-venda

1jul/141

Vender para Clientes Dificeis

img_artigo_clientes dificeis

Há clientes que são fáceis de conseguir uma venda, há outros que dão uma canseira mas fecham e há aqueles clientes difíceis, hoje trataremos deste último tipo de cliente, e você entenderá por que vender para clientes difíceis é importante para a sua carreira.

Apenas para fins educacionais, vamos dividir estes clientes em 3 tipos, clientes negociadores, clientes que tiveram problemas e clientes que causam problemas.

Clientes negociadores

Os clientes negociadores são aqueles que valorizam demais o seu dinheiro, tanto que ignoram qualquer benefício que você ofereça e pensa simplesmente no que vai gastar com aquela compra. Lidar com este cliente é relativamente simples, pois o ponto principal de seu argumento é, investir pouco em algo bom.

Como lidar;

Primeiro, levante tudo de bom que este cliente terá ao comprar de você e mostre tudo de negativo que ele terá se não comprar, mostre que não ter o que você vende é mais doloroso do que pagar o que  vale.

Segundo, faça com que ele entenda que a ideia do bom, bonito e barato raramente funciona e quando funciona é exceção e não regra, mostre que seu investimento não tem riscos que é segura.

Terceiro, coloque o tempo ao seu favor, fale da durabilidade. Ele pode gastar mais no primeiro momento, mas terá algo por muito mais tempo.

Clientes que tiveram problemas

A melhor maneira de lidar com este cliente é recuperar a confiança e se prometer não vender nada a ele até resolver todos os problemas que a empresa ou você possam ter lhe causado. Ouça com atenção todas as críticas, procure soluções para os problemas e ignore qualquer ofensa. Lembre-se que há clientes que não são muito racionais e no momento da raiva podem agredir verbalmente.

Foque-se na resolução do problema ou insatisfação, acompanhe a resolução e deixe a porta aberta, alguns destes clientes voltam outros não, mas ele não terá mais uma imagem negatica, nem sua e nem da empresa.

Clientes que causam problemas

A maneira mais lucrativa de lidar com estes clientes é não os tendo. Você não precisa de alguém que gosta de causar problemas a você e a sua empresa. Este tipo de cliente é aquele tipo que mesmo depois do melhor atendimento, da venda mais honesta, da entrega mais rápida ainda irá reclamar, para amigos e nas redes sociais as vezes por nada. Se há um contrato de prestação de serviço que o obrigue a continuar, infelizmente você terá que cumprir, caso não haja, termine a relação e deixe-o comprar em outros lugares, será mais saudável e lucrativo para você.

fonte : http://blogdicasdevendas.com/vender-para-clientes-dificeis-30em30-dia-23/ 

Categorias: Vendas 1 Comentário