BLOG GERANDO DEMANDA
24set/130

Gerando Demanda chega a Campo Grande com dois dias de evento e Rodada de Negocios

banner_lyderes_GD2013

Com o objetivo de sempre inovar e adaptar-se as novas tendências do mercado, o projeto Gerando Demanda pelo Conhecimento fará uma edição especial em Campo Grande – MS.

Pela primeira vez terá dois dias de programação. No primeiro dia 22/10 (terça-feira) teremos palestras e workshops para capacitação de sua equipe e sua carreira. Os participantes poderão escolher um ou mais períodos para assistir aos palestrantes do projeto. Os temas abordados propõem soluções e sugestões para você empresário e seus colaboradores suprirem as dificuldades profissionais e acrescentarem informações preciosas para sua formação pessoal e profissional. A programação completa e inscrições em http://www.gerandodemanda.com.br/evento_cg.html ou contato@gerandodemanda.com.br

No segundo dia, 23/10 (quarta-feira) das 14h às 20h, teremos rodadas de negócios e show room com exposição de produtos das empresas patrocinadoras. Neste dia será uma oportunidade para empresários e compradores da região realizar excelentes negócios com condições especiais de pagamento.

As palestras e exposição de produtos acontecem no Grand Park Hotel - Avenida Afonso Pena, 5282 – Campo Grande – MS nos dias 22 e 23 de outubro. O evento é gratuito e você poderá qualificar sua equipe e fazer ótimos negócios. Outras informações acesse www.gerandodemanda.com.br.

O projeto Gerando Demanda é uma realização da empresa CHTECH e tem como patrocinadores Procalc, Dello, PLUS Japan, Multilaser, Imex, Chamex, Foroni, BIC, PIMACO, Sheaffer, Libreria Editora, Francal Feiras, Staedtler e TRIS.

Gerando Demanda. Conhecimento que gera lucro!

26ago/130

Pina Boffa abre segundo dia do Lounge do Conhecimento

header_gerando_progEspecialista ministrou palestra com tema “Tecnologia: Mudanças e Oportunidades
Idealizadora do Programa de Capacitação “Vendedor Nota 10” e consultora comercial e comportamental, Pina Boffa falou sobre os novos desafios e as mudanças tecnológicas que acontecem no varejo.

A palestrante citou a importância do Brasil no e-commerce com dados relevantes e completou com algumas dicas para a plateia. “Estamos vivendo uma nova era no comércio. O Brasil, hoje, é o 8º País no mundo no mercado de TI. Sendo assim, o seu concorrente não é mais aquela papelaria da esquina, mas sim, o mundo”.

img_office200813_loungefabio

Fábio Nemer ministrou encontro com o tema “Liderança Empática Ativa e Produtividade”, e mostrou tudo o que cerca o comportamento de chefes e funcionários
O palestrante citou exemplos de como uma má conduta do líder de equipe pode atrapalhar o desempenho dos seus subordinados. “Um simples bom dia ou um ‘você está bem?’ já podem assegurar um trabalho bem feito”, explicou.

Nemer também estabeleceu algumas metas que o departamento, empresa ou comércio deve ter para que seus funcionários possam trabalhar melhor. “O ambiente de trabalho, oportunidades de desenvolvimento, benefícios e espírito de equipe, muitas vezes, são mais importantes do que o próprio salário”, afirmou.

img_office200813_loungemenegatti

Palestra que encerra segundo dia do Lounge do Conhecimento aborda tema delicado: o relacionamento com o cliente.
Diante de um auditório lotado, o Professor Menegatti, palestrante profissional focado nas áreas de vendas, motivação, liderança e inovação, fez coro ao estreitamento da relação com o cliente.

Durante o tempo em que esteve no Lounge do Conhecimento, Menegatti instigou os espectadores a fazer uma reflexão sobre a forma como os mesmos tratam os seus clientes. “Foi-se o tempo em que o vendedor tinha que ser aquele cara que fala pelos cotovelos. Hoje, é necessário ouvir mais o consumidor”, explicou.

Ainda segundo o palestrante, conhecer bem o cliente e fazer uma comunicação eficaz pode garantir uma boa venda, mesmo que o atendimento da sua equipe seja padronizado. “O cliente é diferente. Ninguém é igual ao outro. Há aquela máxima de que você deve atender um cliente como você gostaria de ser atendido. Está errado. É balela”, argumentou.

 

Fonte : Primeira Página - Adpatado

22ago/130

Lounge do Conhecimento 2013

Na segunda-feira (19) iniciou o principal encontro de negócios do continente para o segmento de papelarias, escritórios e escolas, a feira Office Paper Brasil Escolar 2013 aconteceu no pavilhão de exposições do Anhembi, em São Paulo.
Negócios revigorados, com mix completo de produtos e serviços nas áreas de artigos para papelarias, materiais escolares e para escritório, brinquedos e presentes.

Houve uma programação gratuita e diversificada, voltada ao conhecimento e qualificação profissional dos visitantes por meio de palestras, workshops e debates. Esse ambiente se chamou "Lounge do Conhecimento" que teve, em sua maioria, palestras oferecidas pelo Gerando Demanda através de nossos palestrantes.

Fabiano Ghessi iniciou o evento com tema sobre Relacionamento com o cliente.

img_office190813_loungefabiano Palestra abordou como empresários de papelaria podem estreitar e melhorar o trato com o consumidor.

"A hora da verdade é aquela em que o dono do estabelecimento está de frente com o seu alvo, o cliente. É ali que ele define uma boa venda e a credibilidade da loja".

Guessi também abordou as principais causas da perda de clientes, que vão desde óbito 1%, até má qualidade do atendimento, que representa assustadores 68%.

 

Fred Gorgulho em seguida, atraiu profissionais tratando de marketing para papelarias.

img_office190813_lougefred

Explicou alguns macetes para que esses profissionais não "batam cabeça" na hora de posicionar seu negócio no mercado.

Para ele, o cliente busca profissionais que proporcionem algo além do básico: "Ser educado não é mais do que obrigação. Vocês têm que oferecer algo que nenhum outro concorrente oferece. É a chamada experiência de compra".

 

Junior Portare já explicou os riscos de se ter um negócio.

img_office190813_loungejr Num clima descontraído, Portare instigou os expectadores do encontro a reverem seus conceitos de administração de recursos. Sempre com foco nas finanças e nos investimentos, ele deu uma margem segura para a poupança. "Pense no 1 %. Se você conseguir poupar 1% do seu ganho mensal, já é algo positivo. Do contrário, é um sinal de que seu negócio não é bom, ou não está dando certo", comentou.

Empresário e professor, ele criou o conceito REP - Reserva Estratégica de Paz, que garante uma margem de sobrevivência caso o seu negócio 'seja destruído'. Ele também deu dicas para a formação de empresas e atividades paralelas como válvula de escape. "O seu plano B empresarial ou de negócios deve ser parecido com o que você já possui, ter um baixo investimento e ser simples de ser realizado".

 

Esse foi o primeiro dia, amanhã confira como rolou o segundo dia do Lounge do Conhecimento 2013.

FONTE: Primeira Página - Adaptado

1mar/130

Gerando Demanda no Rio de Janeiro dia 19/03

gd2013rj

28fev/130

Gerando Demanda pelo Conhecimento apresenta novas pracas e parceiros para 2013

SONY DSC

Em sua quinta temporada o projeto Gerando Demanda pelo Conhecimento cresceu. Atualmente conta com 14 patrocinadoras e pretende ampliar ainda mais seus horizontes geográficos.

O calendário de 2013 contempla todas as regiões geográficas do país começando pelo Rio de Janeiro em 19 de Março onde tradicionalmente acontece a abertura do projeto. As cidades que entraram pela primeira vez na rota do Gerando demanda são: Porto Velho – RO, São Luis – MA, Campo Grande –MS e Campinas – SP. O evento vai passar também em Porto Alegre – RS, Fortaleza – CE, Belo Horizonte – MG e São Paulo durante a feira Office Brasil Escolar com o nome de Lounge do Conhecimento e um jantar para compradores e proprietários em dezembro. O Calendário, praças e programações completas podem ser acessados no site www.gerandodemanda.com.br

Também vamos levar aos participantes 3 novas marcas de produtos : Foroni, TRIS e Staedtler. Estas empresas vieram somar com o seleto time de empresas que patrocinam e endossam o projeto Gerando Demanda pelo Conhecimento como a Procalc, Plus Japan, Multilaser, Dello, Chamex, Francal, BIC, Pimaco, Sheaffer, Imex e Libreria.

A expectativa é que seja o maior Gerando Demanda que já aconteceu desde sua criação. Pretendemos levar conhecimento, informação, inovação e muitas novidades ao mercado tanto na exposição de produtos quanto a palestras e workshops. Alem dos palestrantes do projeto como Fabio Nemer, Junior Portare e Prof. Menegatti este ano entra para o time Pina Boffa, idealizadora do programa de capacitação “Vendedor Nota 10”.

O projeto Gerando Demanda pelo Conhecimento é uma realização da CHTECH Distrib. de Materiais para escritório e tem o apoio de Alare Comunicação, Brasil Escolar, Revista da Papelaria, Revista Lojas, revista Eletrolojas, Feira Office Brasil Escolar, Feira Expo Cell e Tecnologia, Philips, Portal Lyderes e ADISPA.

 

16out/120

Gerando Demanda em SP – Market Place

8out/120

De quem e a culpa pela falta de preparo dos vendedores das papelarias?

 

Especialistas discutem se a responsabilidade é do proprietário, da indústria ou do próprio profissional. Veja como treinar seus atendentes sem gastar


Redação Lyderis

Uma pesquisa realizada pelo Lyderis, com os leitores do site, indicou que a falta de preparo dos atendentes e balconistas  é a maior dificuldade do setor de papelarias, superando a competição com o grande varejo e a concorrência com o governo por meio dos kits escolares. O problema parece mesmo tirar o sono de muitos comerciantes, Mas, afinal, de quem é a culpa? Do dono do estabelecimento, do próprio vendedor ou da indústria que não fornece treinamento adequado?

Para Enio Klein, consultor e gerente geral das operações de vendas da empresa canadense SalesWays Inc, no Brasil, não é exatamente uma questão de culpa que define esta situação, mas uma falta de visão empresarial. “A questão da capacitação profissional, de uma forma geral, é mal tratada no Brasil. Na área de vendas, a falta de formação específica provoca lacunas de capacitação que acabam se refletindo no balcão. Muitos empresários enxergam o treinamento como custo e não como investimento. Talvez esteja aí o grande problema”, analisa.

Na visão de Ricardo Pinto da Silva, especialista em capacitação de equipes, o despreparo dos atendentes é um reflexo do despreparo dos donos destas papelarias. “Muitas papelarias estão completamente paradas no tempo, seus proprietários que deveriam ser os primeiros a se atualizarem  não o fazem. Se o proprietário está despreparado, o que dizer do vendedor?”, indaga.  Segundo Silva, esperar que somente as indústrias tomem a iniciativa de preparar os vendedores/balconistas de todo varejo é uma missão quase impossível.

Outro problema apontado pelo especialista é a questão da rotatividade de profissionais, ou seja, mesmo que as fabricantes e distribuidoras promovam treinamentos junto aos vendedores da papelaria, as ações acabam sendo, muitas vezes, ineficazes, pois a troca de funcionários é uma constante no setor.

Consumidor mais exigente no atendimento

O novo perfil do consumidor agrava ainda mais a situação. Com a internet, o posicionamento do cliente mudou, pois agora ele acessa informações detalhadas sobre preços e produtos antes de efetuar a compra. “Consumidores mais informados e exigentes querem um atendimento preciso, objetivo e que o os ajudem a suprir suas necessidades. Hoje, o atendimento representa um percentual muito alto na decisão de compra”, explica Silva.

O atendimento deficitário acaba fortalecendo o grande varejo, na opinião de Silva. “Apesar de também não possuírem vendedores altamente capacitados, as grandes redes levam vantagem por oferecer um serviço e um preço melhor. Sem um bom atendimento, o pequeno varejo perde feio esta briga”.

Dá para treinar sem gastar

Ter uma equipe bem treinada parece ser mesmo determinante para a sobrevivência das papelarias. E dá para fazer isto sem gastar muito. Diversas entidades do setor promovem treinamentos gratuitamente ou por um preço baixíssimo. “Opções não faltam. Universidades e entidades educacionais também oferecem cursos online gratuitos ou de baixo custo. O Senac, por exemplo, oferece curso Técnicas de Venda no Varejo,  que capacita o profissional com conhecimentos, habilidades e atitudes relacionadas às diversas etapas do processo de venda”, afirma Enio Klein.

O SIMPA-SP (Sindicato do Comércio Varejista de Material de Escritório e Papelaria de São Paulo e Região) oferece periodicamente treinamentos a balconistas e outros cursos de capacitação, que integram o projeto Transformando Atitudes  (telefone para informações (11) 3255-3587). Com o apoio de diversas fabricantes, a empresa CHTECH oferece aos papeleiros o projeto Gerando Demanda pelo Conhecimento, formado por palestras que percorrem diversas cidades do Brasil levando conhecimento e capacitação aos profissionais do setor.

 

Etapa do Gerando Demanda em Recife

O Sebrae, maior apoiador do micro e pequeno varejo, conta com um programa de treinamento online direcionado aos vendedores. Ao acessar o site, o profissional aprende técnicas de vendas no programa Varejo Fácil.

“A própria internet é um grande veículo de treinamento, principalmente para aprender sobre os produtos e tendências, pois muitas fabricantes disponibilizam materiais de apoio online”, aponta Ricardo Silva. O que falta, para o especialista, é a vontade de fazer. “Será que os papeleiros estão dispostos a sair da zona de conforto?”, questiona o consultor.

Fonte : http://www.lyderis.com.br/dicas-e-negocios-hidden/gestao-de-rh/1129-de-quem-e-a-culpa-da-falta-de-preparo-dos-vendedores-das-papelarias

 

14ago/120

Lounge do Conhecimento na Office Paper

18jul/120

Gerando Demanda chega a Cuiaba – MT

20jun/120

Gerando Demanda em Goiania